Qual é o melhor horário para estudar

Qual o melhor horário para estudar? Melhore seu rendimento de estudo.

Estudar é mais uma das atividades em que focar na eficiência é mais benéfico do que na quantidade. Portanto, para ter um bom desempenho nos estudos é necessário estar ativo e disposto – por isso, muitos estudantes se perguntam qual é o melhor horário para estudar.

Estudar durante o dia ou aproveitar a calmaria da noite para encarar os livros? É necessário “virar a noite estudando” com a proximidade da prova?

São muitas as questões envolvidas na escolha do melhor horário para estudar. Mas, principalmente, essa é uma questão que deverá levar em conta o seu bem-estar e, também, seus costumes.

Para ajudar a responder essa dúvida, convidei o meu amigo Gerson Aragão. Continue a leitura!

Faço aqui uma breve pausa no artigo para deixar claro que eu, Alexandre Meirelles, não tenho qualquer relação com a Estudaqui e que não ganho nada ao escrever esses artigos e nem ao indicar o aplicativo Estudaqui. Indico o aplicativo e apoio o site porque gosto e porque eles são realmente os melhores do mercado no que fazem, são de longe a melhor opção!

Cada pessoa possui um melhor horário para estudar

Gerson Aragão - FotoA primeira ponderação que Gerson faz é que existem bons horários para estudar, mas que variam de acordo com cada pessoa.

Cada um possui um ritmo biológico, assim como hábitos de sono específicos e rotina própria.

Essas coisas devem ser levadas em consideração na hora de definir o horário de estudo, já que, cientificamente, não há nenhuma prova de que exista um horário ideal para os estudos.

“Cada pessoa tem o melhor horário para estudar. Isso é algo que a gente tem que descobrir, tem que ter uma autoavaliação e autoconhecimento”, enfatiza Gerson Aragão.

Assim sendo, não há expressamente um melhor horário para estudar. Entretanto, pessoas mais descansadas tendem a obter um desempenho melhor frente aos livros.

De acordo com um estudo da Universidade da Califórnia, dez dias dormindo 6 horas causa o mesmo efeito na sua cognição do que passar uma noite inteira acordado: diminui reflexos e velocidade de reação e atrapalha até a capacidade de interpretar textos.

Logo, possivelmente o melhor horário para estudar para uma prova difícil (como um vestibular, Enem, OAB, carreiras militares, residência médica etc)  é aquele em que você se encontra mais descansado.

Segundo Gerson Aragão, os seus horários de melhor desempenho eram aqueles em que ele se sentia plenamente descansado.

“Eu, por exemplo, descobri que quando eu estava com a mente mais descansada, era o melhor momento para eu estudar. Houve  uma época em que eu trabalhei à tarde, logo, a minha mente estava descansada pela manhã e, neste horário, eu obtinha um melhor rendimento”, destaca Gerson.

Ele ressalta, ainda, que quando tinha compromissos pela manhã e precisava estudar à noite, os breves cochilos ajudavam a descansar a mente e potencializar os estudos.

Um cochilo pode potencializar o aprendizado

Dormir um pouco pode ser o melhor remédio para o baixo desempenho resultante do cansaço.

Eu, Alex, sempre rendi melhor durante a noite. Em geral, eu chegava do meu trabalho às 18h e dormia de 20 minutos a 1 hora antes de estudar.

Se você não trabalha, experimente fazer uma sesta, ou seja, repousar após o almoço por 30 minutos. Se você for estudar durante à tarde, é possível que seu desempenho seja amplificado.

Se você tem apenas o período da noite para estudar e, assim como eu, chega muito cansado do trabalho, permita-se tirar um cochilo antes de começar a estudar e experimente estender os estudos até o início da madrugada.

Você sabia?

Os fundadores da Estudaqui foram aprovados nos melhores vestibulares (USP/FUVEST, UFSCAR, UNIFESP etc) e também nos melhores concursos do Brasil (Auditor Fiscal de SP, do MT, do ES etc). E o projeto da Estudaqui foi validado por eles em alguns dos melhores cursos de empreendedorismo do mundo (Stanford, UC Berkely e Draper University), no Vale do Silício, na Califórnia.

Conheça nossa história e o aplicativo de estudo da Estudaqui, e também continue lendo :).

Trabalho o dia todo e me sinto cansado à noite. E agora, como estudar?

Se você trabalha o dia todo e tem as noites para estudar, mas sente-se exausto neste horário, que tal experimentar madrugar? Pode ser que seu desempenho seja melhor pela manhã.

Essa é uma alternativa que conheci por meio de um amigo concursando e que funcionava muito bem para o organismo dele, o saudoso Deme.

Tente chegar do trabalho, tomar banho, jantar e pegar no sono às 20h. Dessa forma, programe o despertador para tocar às 2h ou 3h da manhã e estude até o amanhecer.

Em geral, nos primeiros dias, você não conseguirá pegar no sono às 20h, mas aos poucos você conseguirá adaptar seu organismo a essa rotina e verificar se esse método funciona para você.

Dedique o tempo mais descansado às disciplinas difíceis

É claro que trabalhar e estudar ao mesmo tempo é uma jornada árdua e que, muitas vezes, fará você se sentir mais cansado.

Pensando nisso, a fim de aproveitar ao máximo a sua disposição e melhor horário para estudar, dedique o tempo mais descansado às disciplinas que você tem maior dificuldade.

Afinal, dentre as matérias que você tem para estudar, sempre tem aquelas que você tem mais aptidão e aquelas que você não gosta. Além disso, outras você se encontra em fase de revisão e, em parte delas, ainda está aprendendo teoria.

Assim sendo, se você dedicar os horários mais “descansados” para a teoria e aos conteúdos de mais dificuldade, certamente seu desempenho será melhor.

Logo, nos momentos de menos disposição, prefira assistir a videoaulas, resolver exercícios e fazer revisões.

Aproveite a hora do almoço

Se você trabalha, a hora do almoço também pode render bons minutos de estudo! Busque almoçar o mais perto possível do trabalho e reserve pelo menos meia hora de estudo.

Em um ano, estudando trinta minutos durante o almoço, de segunda a sexta, você acumulará mais de 100 horas de HBCs.

Aproveite os tempos de trajeto e o tempo ocioso

Para otimizar seu tempo de estudo, utilize o tempo gasto no trajeto casa/trabalho para acompanhar vídeos (se utilizar ônibus ou metrô) e áudios (se utilizar o seu carro) no seu smartphone.

Além disso, tenha sempre em mãos um resumo ou uma lista de fórmulas matemáticas, por exemplo, para ler enquanto está esperando na fila do banco ou na sala de espera do médico.

Tente aproveitar o tempo gasto com o trânsito

Se você trabalha até 17h ou 18h, e depois perde uma hora ou mais voltando para casa, devido ao rush, estude próximo ao seu trabalho.

Assim sendo, tente arrumar uma sala vazia ou uma biblioteca e estude até o trânsito diminuir consideravelmente.

Assim você estudará com cabeça menos cansada e poderá render por mais tempo.

Dia vs. noite: quais são as vantagens e desvantagens de cada período?

Definir o seu melhor horário para estudar pode ser uma decisão influenciada, também, pelos períodos do dia.

Isso porque cada etapa do dia possui um ritmo diferente, que pode afetar a sua concentração.

Assim sendo, vamos apresentar as principais vantagens de estudar durante o dia e à noite.

Estudando durante o dia

A maior vantagem da manhã é, assim como o Gerson ressaltou, a mente descansada.

Após uma boa noite de sono, a energia e o foco estão em alta e a capacidade de absorver conteúdo e se concentrar também.

Outro benefício que o estudo diurno traz é a iluminação natural. Ao contrário da luz artificial, ela não cansa os olhos e oferece maior conforto visual na hora da leitura.

Durante o dia, também é mais fácil entrar em contato com colegas e professores em caso de dúvidas e questionamentos.

Estudando durante à noite

Quem estuda mais tarde da noite têm garantidos na maioria das vezes, a tranquilidade e o silêncio. Exceto, é claro, se você morar em locais movimentados.

O período também tem menos distrações. Afinal, as redes sociais estão mais calmas e a maioria dos seus amigos estão dormindo.

Além disso, outro benefício de estudar à noite é a temperatura. Em alguns lugares, ela fica mais amena, oferecendo mais conforto e disposição.

No entanto, o período noturno também tem suas desvantagens. É preciso tomar cuidado com a saúde dos olhos. A luz artificial pode cansar a visão e comprometer seu rendimento.

Em resumo, encontrar o melhor horário para estudar depende do conhecimento pessoal e da adequação da rotina.

Assim sendo, faça experimentações e escolha o período de maior rendimento. Em seguida, mantenha-se fiel a ele, assim o corpo se adequará mais facilmente.

Gerson ainda alerta que, se você trabalha e sente que não consegue estudar no seu melhor horário, saiba que muitas das vezes melhorar a organização dos estudos ajuda muito.

Agora que você já sabe qual o melhor horário para estudar, saiba que você não precisa tentar fazer tudo sozinho, facilite a sua vida usando uma tecnologia como a do aplicativo Estudaqui.

Em poucos segundos o app monta seu ciclo de estudo perfeito personalizado, sem você precisar ter qualquer trabalho. E isso não é tudo! O Estudaqui ainda permite, automaticamente:

  • controlar o tempo de estudo de maneira simples e fácil;
  • acompanhar as porcentagens de acerto em qualquer celular ou tablet;
  • ver relatórios de conclusão de estudo e avanços do conteúdo;
  • rever o histórico de tudo o que foi estudado;
  • tomar ações para melhoria de desempenho com ajuda da melhor tecnologia de estudo do mercado.
  • Acesse o site e conheça mais sobre o Estudaqui: estudo de alto desempenho, simples e acessível a todos!

Fique à vontade para compartilhar o artigo nas redes sociais.

Um abraço, Alexandre Meirelles.

Ver todos os artigos de Alexandre Meirelles.