Como estudar trabalhando - Dá certo

Como estudar para concursos trabalhando? Dá certo?

Como estudar para concursos trabalhando? Se você precisa fazer isso, certamente escuta de muitos colegas que essa é uma missão quase impossível. Mas será mesmo?

Essa questão é um anseio recorrente de muitos concurseiros.

E sim, colega, é possível estudar para concursos trabalhando, afinal a concurso público é para todos. O que impossibilita sua aprovação é não ter força de vontade e disciplina para estudar.

Hoje são muitos os casos de sucesso em que as pessoas que trabalhavam e estudavam obtiveram resultados expressivos nos certames. Por muitas vezes, até melhores do que as pessoas que possuíam a integralidade de seu tempo dedicado aos estudos.

Em uma matéria da revista Exame, por exemplo, com oito concursandos aprovados em primeiro lugar em alguns dos concursos mais disputados do Brasil, vários deles conciliavam o trabalho com uma  rotina de estudos intensa para concursos públicos.

Estudar para concursos trabalhando é uma realidade enfrentada por muitos brasileiros, não só aqueles que desejam ingressar na carreira pública e que almejam melhores condições de vida.

Se essa é a sua situação, aprenda como estudar para concursos trabalhando!

Faço apenas uma breve pausa no artigo para deixar claro que eu, Alexandre Meirellesnão tenho qualquer relação com a Estudaqui e que não ganho nada ao escrever esses artigos e nem ao indicar o aplicativo Estudaqui. Indico o aplicativo e apoio o site porque gosto e porque eles são realmente os melhores do mercado no que fazem, são de longe a melhor opção!

Buscando alternativas para estudar com mais tranquilidade

Eu sempre conto que logo no meu primeiro dia no curso de formação para o Auditor-Fiscal da Receita Federal do Brasil (AFRFB), em 2006, foi apresentado um estudo do perfil dos mil aprovados naquele certame, sabidamente um dos mais difíceis do país.

A pesquisa mostrava que dos 1.000 aprovados, 700 estavam trabalhando no período imediatamente anterior ao da prova.

Resumindo e arredondando, um terço não trabalhava, um terço trabalhava no setor público e um terço no privado.

Ficou curioso como esses números? Imaginava algo diferente? Muitos pensam em cursinhos lotados de pessoas que não trabalham, e acham que elas representam, no mínimo, uns 75% dos aprovados nos concursos mais concorridos.

Como eles passaram a ser só 33%, começamos a buscar explicações para como as pessoas conseguiam se organizar para estudar para concursos trabalhando.

Você sabia?

Os fundadores da Estudaqui foram aprovados nos melhores vestibulares (USP/FUVEST, UFSCAR, UNIFESP etc) e também nos melhores concursos do Brasil (Auditor Fiscal de SP, do MT, do ES etc). E o projeto da Estudaqui foi validado por eles em alguns dos melhores cursos de empreendedorismo do mundo (Stanford, UC Berkely e Draper University), no Vale do Silício, na Califórnia.

Conheça nossa história e o aplicativo de estudo da Estudaqui. E claro, continue lendo :).

“Concurso escada”: renda fixa e tranquilidade

A primeira explicação que encontramos foi a do “concurso escada”. Esses são certames feitos para garantir uma relativa paz financeira e emocional para prosseguir nos estudos para os cargos desejados.

Isso explicava a grande maioria do terço de aprovados que trabalhavam no setor público.

Dessa forma, o “concurso escada” é uma alternativa de como estudar para concursos trabalhando.

O trabalho na iniciativa privada, muitas vezes, possui uma rotina pesada, o que torna o estudo diário ainda mais árduo.

Se primeiro você ingressar em uma carreira pública intermediária, com menor carga horária, poderá ter mais tranquilidade para estudar para o certame desejado.

Sim, o tempo é fundamental para quem deseja se preparar para uma carreira pública. Aprender como conseguir multiplicar as horas do seu dia é uma das lições que você deve aprender.  

Ter foco é fundamental ao estudar para concursos trabalhando

Seja trabalhando na iniciativa privada ou em uma carreira pública intermediária, estudar para concursos trabalhando exige foco.

Por exemplo, em geral, quem tem muito tempo para estudar costuma utilizar mais livros para cada disciplina, fazer mais cursos e “enrolar” um pouco mais.

Já quem trabalha, é necessário ter mais foco. Isso significa escolher um método de estudo eficiente, apenas um material de qualidade de cada disciplina e, principalmente, um ou no máximo dois concursos da mesma área para prestar.

A objetividade fará com que o pouco tempo disponível para os estudos seja otimizado.

Para quem deseja aprender como estudar para concursos trabalhando, o ciclo de estudo pode ser o melhor método para otimizar sua chegada ao seu objetivo.

 

Para facilitar seu aprendizado, colocaremos primeiro uma listagem muito resumida das dicas de como estudar para concursos trabalhando, e depois colocaremos os detalhes no restante do artigo.

Como estudar para concursos trabalhando

Agora sim, veja mais detalhes de cada dica abaixo.

Como estudar para concursos trabalhando: 9 dicas

O concurseiro que  precisa estudar para concursos trabalhando tem que aprender a conseguir “pedaços” de tempo durante seu dia para estudar.

Um escritor inglês chamado Charles Buxton disse que “você nunca encontrará tempo para nada. Se quiser mais tempo, terá de criá-lo”. Essa frase se aplica muito aos dias de hoje!

Pensando nisso, separamos algumas dicas úteis de como estudar para concursos trabalhando e aproveitar o tempo quando.

1 – Aproveite a hora do almoço

A primeira dica de como estudar para concursos trabalhando é a hora do almoço. Ela pode render bons minutos de estudo! Busque almoçar o mais perto possível do trabalho e reserve pelo menos meia hora de estudo. 

Em um ano, estudando trinta minutos durante o almoço, de segunda a sexta, você acumulará mais de 100 horas de HBCs.

Você pode usar esse período para revisar os mapas mentais de estudo ou fazer questões de concurso públicos

2 – Reduza os momentos de lazer

O horário dedicado ao lazer deve ser reduzido para quem quer estudar para concursos trabalhando. 

Que tal deixar a novela ou o jogo de futebol em segundo plano? Você pode acompanhar os acontecimentos depois pela internet.

Isso não significa que o lazer deva ser extinto por completo, porque assim ninguém suporta o estresse vivido por meses. Tenha “doses homeopáticas” de diversão!

3 – Aproveite os tempos de trajeto e o tempo ocioso

Utilize o tempo gasto no trajeto de casa ao trabalho para acompanhar vídeos (se utilizar ônibus e metrô) e áudios (se utilizar o seu carro) no seu smartphone.

Tenha sempre em mãos um resumo ou uma lista de fórmulas matemáticas, por exemplo, para ler enquanto está esperando na fila do banco ou na sala de espera do médico

Lembre-se: se você deseja aprender como estudar para concursos trabalhando deve ter em mente que toda hora é hora e qualquer lugar é lugar! 

4 – Tente aproveitar o tempo gasto com o trânsito

Se você trabalha até 17h ou 18h e depois perde uma hora ou mais voltando para casa, devido ao rush, estude próximo ao seu trabalho.

Tente arrumar uma sala vazia ou uma biblioteca e estude até o trânsito diminuir consideravelmente.

Assim você estudará com cabeça menos cansada e poderá estudar por mais tempo.

5 – Acorde mais cedo

Se você se sente muito cansado para estudar após um dia inteiro de trabalho, tente inverter a lógica do seu sono.

Tente chegar do trabalho, tomar banho, jantar e pegar no sono às 20h ou 21h. Dessa forma, programe o despertador para tocar às 2h ou 3h da manhã e estude até o amanhecer.

Nesse meu vídeo abaixo eu falo mais sobre essa dica para estudar para concursos trabalhando:

6 – Utilize os finais de semana e as férias

As férias são um tempo precioso para quem está em busca de como estudar para concursos trabalhando, por isso, utilize-as com sabedoria!

Se já há uma expectativa para o edital do concurso para o qual você está estudando, reserve o seu período de férias para a época da prova.

Dessa forma, você poderá dar um gás maior nos estudos entre o edital e a prova, além de estar mais tranquilo e descansado no fim de semana de realização do certame.

Os fins de semana também não devem ser dedicados integralmente ao lazer. Quem não trabalha ainda pode se dar ao luxo de estudar de segunda a sábado e descansar no domingo.

No entanto, quem precisa estudar para concursos trabalhando, os finais de semana são ideais para aprender novos conteúdos e disciplinas mais difíceis, uma vez que a cabeça estará mais descansada.

Não deixe para estudar apenas quando o edital for lançado. O período pré-edital é importante para todos os concurseiro, principalmente aqueles que precisam estudar para concurso trabalhando. 

Mas, o que estudar?

Contar com uma mentoria especializada ou um coaching ajudará você a saber o que estudar, e quando.

Você também pode utilizar a tecnologia como aliada para te ajudar a organizar seu tempo, as disciplinas e o conteúdo ao qual você deve se dedicar. A melhor opção do mercado para isso é sem dúvida alguma o aplicativo Estudaqui, que apresentaremos em detalhes no final deste artigo.

7 – Negocie a redução da jornada de trabalho

Se você trabalhar em um local de trabalho flexível, negocie uma redução na jornada de trabalho para ter mais tempo na rotina de estudo.

Ganhar uma hora de estudo por dia, por exemplo, representará 30 horas em um mês, 360 horas em um ano – o que fará grande diferença a médio prazo!

8 – Prefira cursos online

Se o seu problema é justamente a falta de tempo, o que justificaria o deslocamento diário para um curso presencial?

Se precisar fazer um curso ou assistir a aulas de uma disciplina que você tem mais dificuldade, escolha modalidades à distância!

9 – Não leve trabalho para casa

Ainda que você não tenha terminado as tarefas do trabalho, não leve nada para finalizar em casa.

Caso seja necessário, fique até mais tarde para resolver todas as pendências, mas não confunda seu local de estudo com seu local de trabalho.

Mesmo trabalhando, tenha uma rotina regrada!

Se você trabalha, consideramos muito difícil ser aprovado em um concurso concorrido estudando menos que três horas por dia.

Além disso, estudando somente três horas diárias durante a semana, nos finais de semana é essencial estudar mais de seis horas por dia.

Lembre-se de que a quantidade de assuntos é grande e, se estudar menos do que isso, nunca chegará ao fim deles.

Para aprofundar seu conhecimento sobre o tempo de estudo, indicamos a leitura do artigoQuanto tempo para passar em concurso público: 4 variáveis que afetam o cronograma”. Ele vai ajudar você a alinhar sua expectativa e a realidade. 

Descobrir como ter tempo para estudar deve ser o seu foco nesse primeiro momento. 

Devo deixar o trabalho e me dedicar integralmente aos estudos?

Outra pergunta que muitos concurseiros fazem é se deveriam deixar o trabalho para se dedicar inteiramente aos estudos.

Não cabe a ninguém tomar essa decisão por você. É necessário que você chegue a uma conclusão própria a partir da análise de alguns fatores:

  • Se você não for aprovado em dois ou três anos, você tem condições de voltar ao mercado de trabalho?
  • Você tem dinheiro o suficiente para se sustentar nesse período de estudos?

Dedicar-se integralmente aos estudos é uma decisão pessoal e que deve ser pautada por fatores financeiros e psicológicos.

Alcançar a aprovação é plenamente possível para quem precisa estudar para concursos trabalhando — basta ter compromisso e objetividade.

Caso você trabalhe em uma função muito estressante e com extensa jornada de trabalho, considere fazer um “concurso escada” antes!

Mentoria e Coaching para estudar para concursos trabalhando

A rotina de estudar para concursos trabalhando é intensa e ter a orientação de um especialista pode ajudar muito a se organizar e estabelecer prioridades.

Procure conhecer bem os programas de mentoria e coaching que possam te ajudar na área que pretende se dedicar aos estudos. Profissionais com know how de alto nível vão auxiliá-lo, afinal, seu tempo de estudo merece ser valorizado!

Uma dica final é organizar sua rotina de estudos com a renomada técnica do ciclo de estudo. O aplicativo Estudaqui monta seu ciclo de estudo personalizado em poucos minutos com base no concurso que você deseja prestar e nas dificuldades e facilidades que você aponta ter.

Além de criar um plano de estudo ideal você faz um controle de estudo mais inteligente. 

Conheça o aplicativo e adote esse modelo para seu dia a dia. É sem dúvida a melhor opção do mercado para quem deseja otimizar o tempo e a eficiência do estudo para estudar para concurso trabalhando e conseguir ser aprovado. 

Um abraço, Alexandre Meirelles.

Ver todos os artigos de Alexandre Meirelles.