Blog
cronograma-estudo-concurso-caixa-federal

Cronograma de estudo para concurso da Caixa: como se preparar para o setor bancário

Você avaliou suas possibilidades e decidiu estudar para a carreira bancária. Mas será que é diferente estudar para concursos de bancos e de outras instituições? Acreditamos que os concursos podem variar entre si na concorrência, porém a disciplina é um requisito comum. Neste post vamos ajudá-lo a criar um cronograma de estudo para o concurso da Caixa e conseguir criar uma rotina produtiva.

O último edital da Caixa Federal saiu em 2014 e ainda não há previsão de um novo edital. Todavia especialistas recomendam que a preparação e seu cronograma de estudos comecem o quanto antes, caso tenha esse objetivo.

A seguir mostraremos a estrutura do concurso da Caixa Federal, como é a prova, bem como um método para criar seu cronograma de estudo.

Prova e matérias do concurso da Caixa

A prova da Caixa Federal é composta de questões discursivas e objetivas. O tempo de prova é de 4h30min e os locais e horários são informados no fechamento do edital, publicado sempre no Diário Oficial e no site da Caixa.

Toda organização do concurso é de responsabilidade do Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe).

No último concurso, a parte objetiva da prova foi composta por questões para julgamento de certo ou errado. E de uma parte discursiva.

prova-caixa

Os candidatos foram avaliados por provas das seguintes matérias:

  1. Língua portuguesa;
  2. Matemática;
  3. Raciocínio lógico;
  4. Atualidades;
  5. Ética;
  6. Conhecimentos Específicos: Atendimento, Código de Ética e Técnicas de vendas. Legislação Específica de Banco (Exemplo: Caixa – FGTS, PIS, Seguro Desemprego e Bolsa Família) e Conhecimentos Bancários.

A Caixa possui um Plano de Cargos e Salários que contempla as duas áreas de cargos efetivos:

  1. Carreira administrativa, para o cargo de Técnico Bancário Novo;
  2. Carreira profissional, para os cargos de Engenheiro, Médico do Trabalho, Advogado e Arquiteto.

Os salários variam entre R$ 2.025,00 e R$ 18.925,00, dependendo do cargo e da jornada trabalhada.

Cronograma de estudo para o concurso da Caixa: etapas

Agora que você já conhece a estrutura e as matérias do concurso da Caixa Federal, organizaremos um cronograma de estudo para que você comece a se familiarizar com os assuntos que serão avaliados.

Para construir um ótimo cronograma de estudo para o concurso da Caixa é importante ter alguns princípios orientadores em mente. Você quer:

  • Minimizar o tempo gasto procrastinando e estudando de forma ineficiente;
  • Estudar das formas mais eficazes possíveis;
  • Passar mais tempo no material mais importante;
  • Gerenciar bem seus níveis de saúde e estresse.

Ao usar esses princípios para criar seu cronograma, você terá a melhor chance de superar todos os seus desafios e, ao mesmo tempo, reduzir as lacunas de conhecimento, as restrições de tempo e outras limitações.

Isso posto, vamos seguir todos os passos essenciais de um cronograma de estudo para o concurso da Caixa.

Arme-se com o máximo de conhecimento possível

Antes de entrar nos detalhes de agendamento, você deve saber o máximo possível sobre o concurso. Certifique-se de descobrir:

  • Se o formato da prova é de múltipla escolha, verdadeiro-falso ou questões discursivas;
  • Quais matérias serão cobradas (capítulos e seções específicos ou abrangentes);
  • Qual o ponto de corte médio do concurso.

Algumas pessoas gostam de misturar sessões de estudo e lição de exercícios em um mesmo dia, a fim de dar ao seu cérebro uma mudança de ritmo depois de um tempo.

Recomendamos essa prática de aplicar parte do seu tempo para estudar teoria e para resolver questões de provas anteriores, a assimilação do conteúdo será mais significativa. Ainda neste artigo abordaremos essa questão ao tratar do cronograma de estudo.

Em seguida, faça um levantamento de todos os materiais que você precisará para estudar com eficiência:

  • Guias de estudo e notas;
  • Slides e folhetos;
  • Livros didáticos.

Por fim, usando seus materiais, analise seus conhecimentos em cada matéria. Analise, cuidadosamente, quaisquer lacunas em seu conhecimento que serão abordadas na prova. Essas áreas são as que você deve prestar atenção especial ao estudar.

Priorize sua prova

Agora que você reuniu seu material e fez uma revisão do que será abordado, é hora de priorizar sua prova para saber quanto estudar de cada assunto e em que ordem estudá-los.

Aqui estão alguns fatores que você pode ter em mente para montar o cronograma de estudo para o concurso da Caixa:

  • Tipos de questões (objetiva e discursiva) e sua ordem na prova;
  • Quais matérias do edital tem o maior peso;
  • Qual o seu nível de conhecimento em cada matéria.

Uma vez identificadas suas prioridades, compare as lacunas em seu conhecimento para saber quais exigirão que você se concentre mais intensamente.

Crie seu cronograma de estudo

Muitas pessoas tendem a pegar todas as matérias do edital e dividi-las em um calendário tradicional de dias da semana. Não é um método exatamente ruim. Mas o que você faz se precisar parar um dia para ir ao médico e não concluir o que estudo? Como você “desatrasa” o dia anterior, sem atrasar o próximo?

Essa divisão no final das contas pode ser estressante e prendê-lo em uma obrigação de nunca poder falhar. E, convenhamos, você já tem pressão o suficiente para lidar, não é mesmo?

Por isso, sugerimos um formato diferente para o seu cronograma de estudo para o concurso da Caixa: um ciclo de estudos.

A ideia do ciclo de estudos é dividir o número de matérias em um determinado número de horas que podem ser, por exemplo, 10h, 12h, 20h ou 24h. As matérias não precisam ter quantidade de horas de estudo iguais. Aquelas que você sabe que precisam de mais estudo podem ganhar mais minutos/dia.

E sabe aquela paradinha para ir ao médico no meio da tarde? Você pode cronometrar quanto tempo de estudo fez e continuar depois para concluir esse bloco do ciclo.

Dessa forma, você pode completar seu total de horas de estudo depois, sem precisar se preocupar em ter que fazer tudo em um mesmo dia.

Entendido como funciona a metodologia, leia nosso post que explica com mais detalhes como montar um ciclo de estudo.

Três dicas rápidas finais

Para arredondar este artigo, aqui estão três dicas adicionais que você pode usar para melhorar ainda mais seu cronograma de estudo para o concurso da Caixa:

  1. Preste atenção nos níveis de energia do seu corpo ao longo do dia. Algumas pessoas têm altos níveis de energia pela manhã. Se você é assim, tente programar sua sessão de estudo mais difícil no início do dia. Se sua energia chega à noite, no entanto, estude mais tarde e não tente se forçar para acordar cedo.
  2. Lembre-se de que a eficiência da sua mente depende do desempenho do seu corpo. Certifique-se de incluir na agenda tempo para fazer algum exercício.Também faça pausas e divirta-se. Se o fizer, manterá os seus níveis de stress baixos e terá uma cabeça mais fresca.
  3. Peça ajuda cedo. Se você está preso em alguma coisa, peça ajuda algum colega ou amigo que está estudando ou já estudou para o mesmo concurso.

Esperamos que essas dicas sejam úteis e que você dê uma chance ao ciclo de estudos, se você nunca testou essa metodologia.

E para te poupar do trabalho manual de montar o ciclo do seu cronograma de estudo para concurso da Caixa, a nossa dica final é usar o aplicativo Estudaqui.

Você baixa o app no seu celular, seleciona qual o seu concurso e o sistema identifica automaticamente as matérias e as organiza em um plano de estudo eficiente e personalizado para você saber como, quando e o que estudar.

Saiba mais sobre como funciona nosso app para organizar estudos e melhore radicalmente sua forma de estudar!

Um abraço, Tiago Ribeiro Neves.

Ver todos os artigos de Tiago Ribeiro Neves