Anotações em aula - como registrar os conteúdos mais importantes

Como fazer anotações em aula e registrar os conteúdos importantes

No artigo anterior, demos algumas dicas de como fazer anotações de estudo quando você está estudando pelo material escrito. Agora é a vez das famosas anotações em aula.

Anotar é uma técnica simples, porém, essencial para auxiliar no processo de aprendizado, já que influencia diretamente a fixação e a compreensão da informação.

No entanto, o perigo existe quando o estudante praticamente faz uma transcrição da aula, preocupando-se mais em anotar do que, de fato, entender o assunto a ser explicado.

Assim sendo, é necessário prestar atenção naquilo que está sendo dito, filtrar esse conteúdo e rapidamente selecionar o que é realmente relevante para ser anotado.

Portanto, se você possui dificuldades para fazer anotações em aula, este artigo é para você. Aprenda a otimizar seus rascunhos e extrair o melhor dos professores.

Como de costume, para facilitar sua vida, colocaremos primeiro a listagem, e depois colocaremos os detalhes de cada dica no restante do artigo.

Como fazer anotações em aula

  • Antes de assistir à aula, dê uma lida no material;
  • Faça anotações diretamente no material de estudo;
  • Você não deve transcrever a aula;
  • Cuidado também para não fazer um estudo passivo;
  • Assista às videoaulas em uma velocidade maior;
  • Faça uso de recursos visuais nas suas anotações em aula;
  • Encontre as palavras-chave.

Agora sim, vamos te mostar mais detalhes de cada dica :)

Antes de tudo… você realmente precisa assistir a essa aula?

Antes de sair fazendo todas as anotações em aula possíveis – ou melhor, transcrevendo aulas, avalie se aquela aula é realmente importante.

Ao adquirir um material online, por exemplo, muitos estudantes costumam receber pacotes com aulas.

E muitos incluem essas aulas no planejamento de estudos sendo que, às vezes, o assunto já está entendido.

Dessa forma, antes de sair assistindo a toda e qualquer aula que tenha a ver com o seu certame, faça uma avaliação.

Afinal, as aulas assistidas devem ser aquelas de conteúdos que você tem muita dificuldade, mesmo após estudar no seu material e fazer exercícios.

Sabendo qual aula é realmente indispensável para você, aí sim você poderá fazer anotações em aula valiosas para o seu desempenho e, consequentemente, para a sua aprovação.

Como fazer anotações em aula?

Após uma avaliação crítica, você conseguirá decidir em quais conteúdos, de fato, precisa de um suporte profissional para que você aprenda.

Selecionadas as aulas que você irá assistir, é hora de saber como fazer anotações em aula mais eficientes. Aqui vão algumas dicas:

1. Antes de assistir à aula, dê uma lida no material

Pelo menos, antes da aula, folheie o seu material de estudo. Isso é interessante para você já se familiarizar com o tema e os tópicos.

Assim sendo, visualize a ordem dos assuntos, quais temáticas são interligadas e mais.

Dessa forma, conforme o professor for citando cada ponto, você saberá onde ele está localizado no material e, assim, em que parte deverá fazer suas anotações.

2. Faça anotações diretamente no material de estudo

Na época da escola e da faculdade é comum ter um caderno – e o dos alunos mais caprichosos são cobiçados pelos amigos para fazerem cópias e resumos.

No entanto, você não precisa ter um caderno para cada disciplina, mas sim fazer suas anotações em aula direto no seu material de estudo.

A sua aprovação só virá caso você estude por bons materiais de estudo, logo, seu desempenho é otimizado se ele for complementado com anotações pessoais de qualidade.

Você sabia?

Os fundadores da Estudaqui foram aprovados nos melhores vestibulares (USP/FUVEST, UFSCAR, UNIFESP etc) e também nos melhores concursos do Brasil (Auditor Fiscal de SP, do MT, do ES etc). E o projeto da Estudaqui foi validado por eles em alguns dos melhores cursos de empreendedorismo do mundo (Stanford, UC Berkely e Draper University), no Vale do Silício, na Califórnia.

Conheça nossa história e o aplicativo de estudo da Estudaqui. E claro, continue lendo :).

3. Você não deve transcrever a aula

Essa talvez seja uma das dicas mais importantes quando o assunto é anotações em aula.

Você não deve sair transcrevendo absolutamente tudo o que o professor disser. Isso é roubada!

As suas anotações em aula devem corresponder a:

  • macetes;
  • alguma tabela ou esquema interessante de memorização;
  • alguma novidade;
  • atualizações de lei.

4. Cuidado também para não fazer um estudo passivo

Dizer que você não deve anotar tudo o que o professor fala não significa que você deve apenas assistir à aula como quem assiste a um filme na Netflix.

Assim sendo, você precisar iniciar uma aula com o seu material de estudo em mãos e uma lapiseira.

Afinal, o professor certamente terá dicas e insights extras que podem complementar o conteúdo do seu material de estudo.

Além disso, ter seu material em mãos, junto de uma lapiseira, faz com que fique mais difícil dispersar a atenção da aula.

5. Assista às videoaulas em uma velocidade maior

Tempo para o estudante é um elemento valioso, afinal, quanto mais tempo, maior a chance de conseguir passar por todo o edital com qualidade.

Dessa forma, você não precisa usar exatos 40 minutos, por exemplo, para assistir a uma videoaula. Acelere o tempo!

Portanto, se o seu professor não fala tão rápido, acelere em 1,2x ou mais. Assim, você irá se forçar a prestar mais atenção, absorver as dicas mais rápido e otimizar seu tempo de estudo.

6. Faça uso de recursos visuais nas suas anotações em aula

Na hora de anotar, faça uso dos recursos visuais. Use setas para relacionar informações, caixas para destacar pontos importantes ou destaque as palavras-chave com caneta marca-texto. 

Esses recursos podem ajudar você a relembrar o conteúdo com maior facilidade.

7. Encontre as palavras-chave

Tente identificar as palavras mais relevantes dentro da explicação oferecida pelo professor, pois são elas que vão te oferecer o contexto geral. 

Se possível, destaque essas palavras no meio das suas anotações, para que você possa identificá-las facilmente durante uma análise rápida, por exemplo.

Além das anotações em aula

Lembramos que além de aprender como fazer anotações em aula é importante fazer algo além.

Você deve ter uma preparação completa e bem amparada.

Saiba que você não precisa, e nem deveria, tentar fazer tudo sozinho, facilite a sua vida usando uma tecnologia como a do aplicativo Estudaqui.

Em poucos segundos o app monta seu ciclo de estudo perfeito personalizado, sem você precisar ter qualquer trabalho. E isso não é tudo! O Estudaqui ainda permite, automaticamente:

  • controlar o tempo de estudo de maneira simples e fácil;
  • acompanhar as porcentagens de acerto em qualquer celular ou tablet;
  • ver relatórios de conclusão de estudo e avanços do conteúdo;
  • rever o histórico de tudo o que foi estudado;
  • tomar ações para melhoria de desempenho com ajuda da melhor tecnologia de estudo do mercado.
  • Acesse o site e conheça mais sobre o Estudaqui: estudo de alto desempenho, simples e acessível a todos!

Fique à vontade para compartilhar o artigo nas redes sociais.

Um abraço, Tiago Ribeiro Neves.

Ver todos os artigos de Tiago Ribeiro Neves