como-estudar-para-oab

Como estudar para a prova da OAB e se preparar com eficiência

Considerando a quantidade de material que é preciso estudar para a prova da OAB, é importante organizar-se com inteligência!

Você precisa ter certeza de que está usando seu tempo de estudo de maneira eficaz para se colocar na melhor posição para passar no exame.

Neste post, damos cinco dicas sobre como estudar para a prova da OAB e se preparar efetivamente.

Como estudar para a prova da OAB

1. Entenda a curva do esquecimento

No final do século 19, o psicólogo alemão Hermann Ebbinghaus testou sua memória durante vários períodos de tempo. Uma vez reunido todos os dados de seus estudos de aprendizagem espaçada, ele plotou um gráfico mais ou menos como o mostrado abaixo:

curva-do-esquecimento

A curva do esquecimento – retenção vs. dias.

Agora, ao contrário do que parece, Ebbinghaus não inventou um slide divertido. Ele realmente descobriu a natureza da perda de memória ao longo do tempo.

O gráfico ilustra que, quando você aprende algo, a informação desaparece a uma taxa exponencial, ou seja, você perde a maior parte dela nos primeiros dois dias, após os quais a taxa de perda diminui.

Depois de descobrir o declínio exponencial da memória, Ebbinghaus pode identificar os fatores que contribuem para isso. O nível de retenção depende de duas coisas:

  1. A força da memória: as pessoas podem recordar memórias mais fortes por um período mais longo do que as mais fracas. Quando se trata de um estudo denso como o da OAB, o conteúdo de aprendizagem deve ser altamente relevante para cada aluno, para que tenha significado.
  1. O tempo que passou desde que a informação foi aprendida: em um contexto de treinamento, a Curva de Esquecimento mostra que os alunos esquecerão uma média de 90% do que aprenderam no primeiro mês. E você estava se perguntando porquê seu plano de estudo não estava tendo o impacto que você esperava!

Agora que sabemos como funciona a memória, podemos fazer algo sobre isso! Aqui estão algumas maneiras de aproveitar a repetição espaçada para melhorar a memória em suas sessões para estudar para a prova da OAB.

Reforçar o treinamento regularmente

Ebbinghaus descobriu que a informação é mais fácil de lembrar quando construída sobre coisas que você já conhece. Toda vez que você reforça o treinamento, a taxa de declínio diminui.

O efeito do teste mostra que, simplesmente testando a memória de uma pessoa, essa memória se tornará mais forte. Fazer sessões frequentes de treinamento como parte de uma rotina de estudo ajuda a solidificar as informações por meio do recall ativo.

Melhorar a clareza

Torne a informação mais fácil de absorver. Se você aprender alguma coisa com um ensaio ou um artigo, será mais fácil esquecer o significado ou ignorá-lo por completo.

Tente representar suas informações em um diagrama ou crie um vídeo descrevendo o objetivo de aprendizado quando for estudar para OAB.

Tornar relevante

Um recurso de aprendizado pronto para uso não terá o mesmo impacto que um personalizado. Em cada parte do planejamento que você produz, nunca esqueça o propósito central de sua organização, o que chamamos de Significado Épico.

Isso funciona de duas maneiras: quanto mais relevante o estudo, mais fácil é lembrar; e o foco comum estimula continuamente os comportamentos que são importantes para a sua rotina de estudos.

Ser mais interativo

As pessoas aprendem melhor quando estão envolvidas ativamente do que quando são observadores passivos.

Se você não se der a oportunidade de interagir com o conteúdo, vai apenas apenas se afastar e perder a concentração.

Adicionando elementos de gamificação para a aprendizagem, por exemplo, é uma ótima maneira de manter-se envolvido e poder estudar para a prova da OAB de uma forma mais dinâmica!

2. Crie um cronograma de estudo personalizado

Se você está fazendo um curso de preparação, provavelmente tem um cronograma de estudo ou uma sugestão de organização de algum professor.

Esta é uma ótima diretriz, mas certifique-se de seguir um cronograma de estudos que atenda às suas necessidades! Seu professor não sabe quais técnicas de aprendizado você considera eficazes, não reconhece seu nível de compreensão de tópicos individuais e não sabe como é sua programação pessoal.

Só você sabe essas coisas, o que significa que você tem a capacidade de criar um cronograma de estudo muito mais útil. Sua programação também precisa evoluir à medida que você estuda para a prova da OAB, portanto, mantenha-se flexível.

Para organizar a maneira mais efetiva de estudar para a prova da OAB, você pode usar aplicativos que distribuem as matérias e organizam cada disciplina em um ciclo de estudos para ver todas as disciplinas e ainda ter tempo de revisar cada uma no final.

Se você acha que uma técnica não está funcionando para você, elimine-a! Se você precisar fazer algumas sessões de estudo extra, adicione-as à sua programação.

3. Use materiais de qualidade

Ter materiais de qualidade é muito importante para estudar para a prova da OAB. Você não quer ser sobrecarregado por rascunhos longos ou guias de estudo que contenham detalhes que nunca aparecem no exame.

Você também quer ter certeza de que está usando materiais de estudo que apresentam as informações de uma forma que faça sentido para você.

Alguns examinandos não se relacionam bem com livros que tenham apenas texto, então encontrar materiais que utilizem cores e gráficos pode ser muito benéfico.

4. Concentre-se nos temas cobrados frequentemente

As disciplinas da prova da OAB e os tópicos testados dentro dela não são cobrados igualmente. Mas alguns temas tendem a ser “favoritos” e aparecer com frequência em diferentes momentos.

É muito importante dedicar o tempo apropriado a cada assunto e tópico com base na probabilidade de aparecer no exame. Passar horas e horas tentando memorizar cada detalhe de um tópico que provavelmente não será testado não é o melhor uso do seu tempo!

Ver provas anteriores – dos últimos 3 anos, por exemplo – é uma ótima maneira de garantir que você vai estudar para a prova da OAB da forma mais eficaz possível.

5. Pratique de forma inteligente

Muitos alunos cometem o erro de passar direto para os exercícios práticos. Para efetivamente estudar para a prova da OAB, você precisa trabalhar metodicamente com os exercícios.

Quando você resolver uma pergunta da prova errada, pare e analise porque você fez isso. Quando você escrever uma resposta, dedique algum tempo para analisá-la e interagir com a resposta do gabarito.

Depois que você se sentir mais confortável com a matéria, certifique-se de também praticar o seu tempo. Prepare-se para ser capaz de concluir o exame completo, no tempo necessário. Você não quer que sua primeira experiência com o tempo de prova seja no dia do exame, não é?!

Essas foram as nossas dicas de como estudar para a prova da OAB. E se você gostou da ideia de usar um aplicativo para organizar os seus estudos, conheça o Estudaqui.

Todas essas dicas funcionam em conjunto com todas as funcionalidades que o aplicativo Estudaqui disponibiliza para seus usuários.

Com um só clique você seleciona a prova que você irá fazer e com outro clique organiza toda a sua rotina dentro do modelo de ciclo de estudos, considerando a sua facilidade PESSOAL em cada disciplina.

O plano de estudos criado é eficiente, personalizado e atende às suas necessidades. Com ele você sabe como, quando e o que estudar.

O Estudaqui também possui a funcionalidade de controle para que você possa ver o quanto já avançou em cada disciplina e o quanto falta para terminar um ciclo (plano de estudo).

Além de tudo isso, há estatísticas e métricas especialmente pensadas para que você consiga melhorar o seu estudo diariamente e consiga a aprovação no menor tempo possível!

Acesse nosso site e saiba mais sobre todas as funcionalidades que o app oferece. Você pode economizar muito tempo e otimizar seus horários de estudo para a OAB.

Um abraço, Tiago Ribeiro Neves.

Ver todos os artigos de Tiago Ribeiro Neves