O que fazer para controlar a ansiedade pré-prova

O que fazer para controlar a ansiedade pré-prova de concurso?

Você estudou muito para o concurso dos sonhos. Tem certeza que quer mais do que ninguém o cargo. Chegado o grande dia, o nervosismo bate – o que é natural. Assim, você deve saber o que fazer para controlar a ansiedade pré-prova.

Mas não se sinta triste ou fraco caso bata aquela ansiedade. Para se ter uma ideia, o Brasil, hoje, sofre uma epidemia de ansiedade

Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), o país tem o maior número de pessoas ansiosas do mundo: 18,6 milhões de brasileiros (9,3% da população) convivem com o transtorno.

No entanto, é importante buscar controlar a ansiedade, para que esse sentimento não faça com que você dê branco na hora da prova e coloque suas chances a perder.

Faço apenas uma breve pausa no artigo para deixar claro que eu, Alexandre Meirelles, não tenho qualquer relação com a Estudaqui e que não ganho nada ao escrever esses artigos e nem ao indicar o aplicativo Estudaqui. Indico o aplicativo e apoio o site porque gosto e porque eles são realmente os melhores do mercado no que fazem, são de longe a melhor opção!

Se você não sabe o que fazer para controlar a ansiedade pré-prova, este artigo é para você. Você pode se acalmar com algumas técnicas e atitudes. Confira!

1. Sua ansiedade é muito séria? Procure ajuda!

Se o tipo de ansiedade pré-prova que você sofre é aquele que te paralisa, deixa com a respiração difícil e, muitas vezes, gera crise de choro, só um profissional poderá te ajudar.

A ansiedade se torna patológica quando entra em um nível elevado e permanece por um longo período de tempo.

Listo aqui alguns dos sinais de que a sua ansiedade é excessiva e que, nesses casos, você deve procurar ajuda:

  • a ansiedade te paralisa;
  • traz limitações para sua vida diária;
  • gera sofrimento e incapacidade;
  • é prolongada;
  • você não consegue controlar sozinho.

O psicólogo é o profissional adequado para te ajudar a lidar com a ansiedade, identificando a causa do problema e determinando atitudes para que você se liberte de tamanha angústia.

2. Já pensou em fazer meditação?

Eu já pratiquei meditação e, inclusive, preciso voltar a incluí-la na minha rotina. 

A meditação é uma prática que reduz o estresse e a ansiedade, fortalecendo o sistema nervoso e imunológico, melhorando a memória, a autoestima e aumentando a capacidade de concentração.

Não sou nenhum profissional no assunto, mas recomendo que você procure por meditação no Youtube e aprenda, pelo menos, algumas técnicas simples.

Com a tecnologia, suporte para aprender essa preciosa técnica é o que não falta. Há alguns aplicativos especializados no ensino da meditação. São eles:

3. Antes de entrar na sala de aula, vá ao banheiro

Como eu já falei em outro artigo aqui no blog, antes de entrar na sala, vá ao banheiro – mesmo que aparentemente você não esteja com vontade.

Essa é  uma atitude que parece boba, mas que irá prevenir que você tenha seu raciocínio atrapalhado em um momento importante da prova por aquela vontade enlouquecedora de ir ao banheiro.

Além disso, há casos em que a ansiedade está tremenda que a vontade de fazer xixi só aumenta; isso não será tão sofrido se você tiver feito antes.

Aproveite este momento pré-prova para lavar o rosto e fazer breves alongamentos, que te deixarão mais disposto e acordado.

Você sabia?

Os fundadores da Estudaqui foram aprovados nos melhores vestibulares (USP/FUVEST, UFSCAR, UNIFESP etc) e também nos melhores concursos do Brasil (Auditor Fiscal de SP, do MT, do ES etc). E o projeto da Estudaqui foi validado por eles em alguns dos melhores cursos de empreendedorismo do mundo (Stanford, UC Berkely e Draper University), no Vale do Silício, na Califórnia.

Conheça nossa história e o aplicativo de estudo da Estudaqui, e também continue lendo :).

4. Leve água para a prova

Beber água durante a prova não só faz bem para a qualidade do seu raciocínio, como também te ajuda a controlar a ansiedade.

Para se ter uma ideia, um estudo feito pelas Universidades de East London e Westminster concluiu que estudantes que beberam água durante provas tiraram notas cerca de 5% melhores do que aqueles que não beberam, informou o site da BBC.

Com moderação, a água em pequenos goles de certa forma deixa seu cérebro mais ativo e é uma excelente pausa para respirar e recuperar a calma e a energia.

5. Evite atritos e faça programas mais leves

Para evitar que a ansiedade ataque antes da prova, dias e semanas antes fuja de qualquer atrito com pessoas do seu convívio.

Corte os assuntos de política, discordâncias de opinião, entre outros temas polêmicos que possam causar palavrões e choradeira.

Além disso, nem sempre todas as famílias dão 100% de apoio aos concurseiros.

Logo, se aos 45 do segundo tempo você ouvir críticas sobre seus estudos, que não irá passar, que concurso é fraudado, respire fundo e mantenha o foco no seu objetivo.

Quantos às saídas, prefira qualquer programa que seja mais leve e não aqueles que coloque sua saúde em risco (ou seja, suspenda peladas e esportes pesados). Nada de consumir bebida alcoólica exageradamente e alimentos pesados.

6. Exercícios físicos só com moderação

Você irá ouvir de várias pessoas que deve se exercitar, jogar bola e usar outras técnicas para eliminar o estresse.

No entanto, evite qualquer atividade pesada, como pelada, judô e qualquer outro tipo de exercício físico que exija muito do seu corpo.

Assim sendo, imagine só: você estudou, se preparou, está afiado e aí acaba perdendo a prova por um tornozelo torcido. É de um azar e tanto, né?

Portanto, busque alternativas menos arriscadas para aliviar o estresse e a ansiedade. Atividades leves como caminhadas, ioga e pilates são boas válvulas de escape, sem riscos de gerar machucados.

7. Estude na véspera, mas procure relaxar

Se você fará prova no domingo, não quer dizer que na sexta-feira e no sábado você deve abandonar os livros.

Estudar, com moderação, sobretudo seus resumos, fórmulas matemáticas e decorebas é uma boa nesse período.

No entanto, não se preocupe em estudar 8 horas líquidas por dia. Reserve, também, um tempo para espairecer.

Saia para tomar um suco, ver um filme, fazer uma caminhada ou qualquer outro programa leve na companhia da família.

Fazer uma atividade leve é importante para controlar a ansiedade pré-prova e não irá atrapalhar seu desempenho – isso, é claro, se você tiver estudado com seriedade por meses.

8. Faça seus rituais de fé

Seja lá qual for sua crença ou religião, reserve um tempo para fazer qualquer ritual que sirva para acalmar sua mente ou coração.

Reserve um tempo na véspera da prova e logo antes da prova para fazer suas orações, bênçãos e qualquer outro tipo de hábito relativo a fé que você tenha.

Isso, com certeza, te ajudará a melhorar sua espiritualidade e pode gerar impacto direto na redução da ansiedade.

9. Faça exercícios de respiração antes de começar a prova

A respiração está muito ligada à redução da ansiedade. Quando você está muito estressado e alguém lhe sugere que dê uma respirada mais fundo para se acalmar não é à toa.

Por isso, pesquise alguns exercícios de respiração, com inspiração e expiração contínuas, para que você faça antes da prova.

A respiração correta ajuda no controle da ansiedade de duas formas: a primeira é fisiológica, já que o estado de ansiedade ativa áreas do cérebro que estimulam a hiperventilação. 

Quando ansiosos,  inalamos o ar com mais rapidez e de forma mais rasa. Dessa forma, o esforço consciente para mudar isso ajuda a acalmar, pois o organismo volta a seu equilíbrio. 

Outro ponto está no fato da pessoa, ao tornar sua respiração consciente, traz sua atenção ao momento presente. Com isso o estado de ansiedade tende a ser minimizado.

Um acompanhamento pode te ajudar a controlar a ansiedade

Se você não sabe mais o que fazer para controlar a ansiedade pré-prova, procure ajuda de profissionais experientes e que podem te ajudar a colocar os sentimentos no lugar.

Eu mesmo já vivenciei várias angústias nas vésperas dos concursos em que fui aprovado e, para mim, sempre foi um prazer ajudar os novos concurseiros a terem sucesso. Por isso fui mentor de concursos públicos por muitos anos com a Liga da Aprovação, na Método de Estudo.

Porém, nos dias de hoje não é mais necessário perder suas preciosas horas de estudo com cursos sem fim, os tempos mudaram, e agora a tecnologia deve ser sem dúvida alguma a sua maior aliada. Por isso já faz algum tempo que eu vinha indicando o aplicativo Estudaqui para todos os meus alunos de mentoria.

Em poucos segundos o app monta seu ciclo de estudo perfeito personalizado, sem você precisar ter qualquer trabalho. E isso não é tudo! O Estudaqui ainda permite, automaticamente:

  • controlar o tempo de estudo de maneira simples e fácil;
  • acompanhar as porcentagens de acerto em qualquer celular ou tablet;
  • ver relatórios de conclusão de estudo e avanços do conteúdo;
  • rever o histórico de tudo o que foi estudado;
  • tomar ações para melhoria de desempenho com ajuda da melhor tecnologia de estudo do mercado.
  • Acesse o site e conheça mais sobre o Estudaqui: estudo de alto desempenho, simples e acessível a todos!

Fique à vontade para compartilhar o artigo nas redes sociais.

Um abraço, Alexandre Meirelles.

Ver todos os artigos de Alexandre Meirelles.