Blog
Material de estudo para concurso público

Material de estudo para concurso público: pare de acumular apostilas!

É comum ter dúvidas em relação ao material de estudo para concurso público. Você pensa em adquirir um novo material de alguma disciplina? Será que isso é realmente necessário?

Afinal, um dos principais objetivos nessa etapa de estudo é otimizar tempo, investimento e focar em processos que realmente trarão resultados.

Muitos alunos acreditam que precisam do maior volume de material possível. Mas já adianto que essa não é uma boa estratégia. Principalmente para aqueles que pretendem se candidatar a mais de uma prova. Ou, claro, possuem um tempo menor para se dedicar aos estudos.

Saber escolher, portanto, o material de estudo adequado é muito mais eficiente que acumular apostilas, livros e inúmeros resumos!

E é exatamente sobre isso que faremos por aqui. Neste post, portanto, tento responder a uma dúvida frequente de muitos concurseiros: “Quantos materiais de estudo para concurso público eu preciso para cada disciplina?”.

Vamos lá?

Material de estudo para concurso: quantidade ideal

“Quanto mais, melhor!”

Será que essa afirmação é válida quando nos referimos à quantidade de material de estudo necessário para um concurso público?

Definitivamente, NÃO!

Muita gente acaba ficando “viciada” em ter todo material disponível de cada disciplina. Parece aquela série de TV (Os Acumuladores) adaptada para o mundo dos concursos públicos.

Faço apenas uma breve pausa no artigo para deixar claro que eu, Alexandre Meirelles, não tenho qualquer relação com a Estudaqui e que não ganho nada ao escrever esses artigos e nem ao indicar o aplicativo Estudaqui. Indico o aplicativo e apoio o site porque gosto e porque eles são realmente os melhores do mercado no que fazem, são de longe a melhor opção!

Voltando ao questionamento acima, o ideal é que o estudante consiga analisar o que, de fato, é imprescindível no seu estudo. E quais materiais secundários farão diferença na sua aprovação.

Uma dica muito interessante para essa etapa é realizar uma categorização. Para isso, vou separar os tipos de materiais em teóricos e de exercícios:

  • Material para estudar para concurso – Teórico

Regra geral, você necessita de apenas um bom material teórico de cada disciplina na sua preparação.

Muitos concurseiros ficam com vontade de adquirir um novo material teórico por conta do lançamento de uma edição. Será que isso é realmente necessário? Às vezes, ouvem falar de PDF, livro ou aula que outra pessoa gostou e já querem adquiri-los.

Se você já tem um bom material teórico, estude-o com afinco. Ele vai ter todas as suas marcações e anotações. Isso é muito mais importante que tentar incluir novos métodos.

Eu só recomendo a compra de outro material para estudar para concurso quando o que você for prestar tiver um conteúdo programático não abrangido pelo seu atual. Ou se ele for de um nível bem superior ao que o seu material contém.

Caso contrário você terá um acúmulo de materiais e não terá tempo hábil para se aprofundar em cada um deles. Isso, claro, vai aumentar o nível de ansiedade e diminuir a sua produtividade durante os estudos.

Você sabia?

Os fundadores da Estudaqui foram aprovados nos melhores vestibulares (USP/FUVEST, UFSCAR, UNIFESP etc) e também nos melhores concursos do Brasil (Auditor Fiscal de SP, do MT, do ES etc). E o projeto da Estudaqui foi validado por eles em alguns dos melhores cursos de empreendedorismo do mundo (Stanford, UC Berkeley e Draper University), no Vale do Silício, na Califórnia.

Conheça nossa história e o aplicativo de estudo da Estudaqui, e também continue lendo :).

  • Material de estudo para concurso – Exercícios

Em relação aos materiais voltados para a resolução de questões, não há uma objeção à quantidade de material de estudo para concurso. Temos apenas que tomar cuidado e ter a ciência que o tempo e o dinheiro disponíveis são limitados.

Assim, “gaste” o seu material de questões. Resolva várias vezes e tire as suas dúvidas.

Resolver questões nunca é demais, mas, como disse anteriormente, não temos todo o tempo e dinheiro do mundo. Infelizmente. É muito mais interessante destrinchar os exercícios que você já tem por aí.

Uma ótima dica para aproveitar esse material é justificar e explicar as alternativas erradas. Isso ajuda na internalização do conteúdo e proporciona um estudo mais abrangente.

Desta forma, se o exercício possui 5 alternativas, responda a correta com uma justificativa completa sobre cada ponto. Em seguida, analise as questões erradas e explique quais são os erros presentes.

Outra opção interessante é reescrever as respostas erradas realizando as correções necessárias. Dessa forma, você consegue absorver o conteúdo e aproveitar melhor o material de estudo da categoria exercícios.

Dicas para escolher o material de estudo para concurso público

  • Identifique temas comuns nos concursos de interesse

Essa é, sem dúvidas, uma das dicas mais interessantes para quem pretende prestar mais de um concurso, seja em setores, carreiras, ou estados diferentes.

Identificar, ou pesquisar, os temas mais recorrentes nesse conjunto de provas, possibilita que você tenha um volume menor de material de estudo. Considerando, assim, o conteúdo de maior interesse para atingir o seu objetivo.

  • Analise quais formatos de materiais funcionam melhor para você!

É natural que cada indivíduo se identifique melhor com um ou outro formato de material. Hoje, existe uma infinidade deles, seja em vídeo, lives, apostilas, áudio, ou o conjunto desses diferentes tipos.

Não faz sentido, portanto, investir tempo e dinheiro em materiais que não auxiliam na absorção do conteúdo. E isso, claro, é extremamente pessoal. Recomenda-se que você procure intercalar os formatos de materiais, para ativar os diferentes sentidos, como visão, audição e, inclusive, o tato.

Mas procure focar no tipo que gera mais resultado para você! Essa identificação pode auxiliar na hora de escolher quais e quantos materiais de estudo você precisa para passar no concurso.

  • Organização é a palavra-chave para escolher o volume ideal de material de estudo!

Muitas vezes, a falta de foco sobre o que estudar ou por onde começar, vem de uma brecha natural de não conseguir se organizar com tanta facilidade.

É muito possível, portanto, que você já tenha em mãos todo o material de estudo para concurso necessário. O segredo é descobrir como utilizá-lo da melhor forma possível.

Um volume excessivo de material pode desestimular o estudo, atrapalhar no foco e sobrecarregar o seu planejamento.

Para finalizar, deixo aqui uma última dica importante: saiba que você não precisa, e não deveria, tentar fazer tudo sozinho. Facilite a sua vida usando uma tecnologia como a do aplicativo Estudaqui.

Em poucos segundos o app monta seu ciclo de estudo perfeito personalizado, sem você precisar ter qualquer trabalho. E isso não é tudo! O Estudaqui ainda permite, automaticamente:

  • controlar o tempo de estudo de maneira simples e fácil;
  • acompanhar as porcentagens de acerto em qualquer celular ou tablet;
  • ver relatórios de conclusão de estudo e avanços do conteúdo;
  • rever o histórico de tudo o que foi estudado;
  • tomar ações para melhoria de desempenho com ajuda da melhor tecnologia de estudo do mercado.
  • Acesse o site e conheça mais sobre o Estudaqui: estudo de alto desempenho, simples e acessível a todos!

Fique à vontade para compartilhar o artigo nas redes sociais.

Um abraço, Alexandre Meirelles.

Ver todos os artigos de Alexandre Meirelles.