Grupo de estudos para concursos - vale a pena estudar com colegas

Grupo de estudos para concursos: vale a pena estudar com colegas?

Uma pergunta que volta e meia chega até mim, seja pelas redes sociais ou em encontros, é se fazer um grupo de estudos para concursos vale a pena e funciona.

Essa é uma pergunta tão recorrente que, para você ter uma ideia, se transformou em um capítulo do meu livro “Como estudar para concursos”.

É fato que algumas pessoas nunca tiveram o hábito de estudar em conjunto. 

Mas também há um grande número de estudantes que o fizeram não só no colégio, mas também na faculdade e agora pensam em fazer durante a preparação para concursos.

Para avaliar se o grupo de estudos para concursos funciona para você, é essencial conhecer bem as desvantagens e as vantagens do estudo coletivo para, posteriormente, aplicar ou não este método de estudo.

Assim sendo, separei algumas percepções que eu tenho sobre a formação de grupos de estudo para concursos. Confira!

Faço apenas uma breve pausa no artigo para deixar claro que eu, Alexandre Meirelles, não tenho qualquer relação com a Estudaqui e que não ganho nada ao escrever esses artigos e nem ao indicar o aplicativo Estudaqui. Indico o aplicativo e apoio o site porque gosto e porque eles são realmente os melhores do mercado no que fazem, são de longe a melhor opção!

Avalie a sua realidade antes de participar de um grupo de estudos para concursos

A primeira coisa que você deve avaliar antes de formar um grupo para concursos é a sua realidade enquanto concurseiro.

Você só deve procurar colegas para estudar e dividir experiências caso já tenha um boa bagagem individual de estudos.

Além disso, você só deve frequentar um grupo de estudos para concursos caso sua carga horária seja ampla.

Ou seja, apenas quando você não trabalha, só estuda, ou quando trabalha em meio horário e não possui preocupações com filhos e casa.

Em resumo, só se você tiver 30 a 40 horas líquidas semanais de estudo é que você pode pensar em também estudar em grupo.

Caso contrário, a sua prioridade deve ser dedicar-se individualmente aos livros, aproveitando o pouco tempo que tem para escalar sozinho o seu aprendizado.

Forme um grupo de estudos de qualidade

Se você vive o cenário em que há tempo de sobra para compartilhar experiências e conhecimento, busque formar um grupo de estudos para concursos de alta performance.

Isso significa procurar pessoas que atendam aos seguintes critérios:

  • empenho/compromisso;
  • mesmo nível de conhecimento que o seu.

Isso é importante porque, caso você se envolva com pessoas que fazem “corpo mole”, a última coisa que irá ocorrer em grupo é estudar e aprender. 

Quanto ao segundo critério, se você ainda é iniciante, dificilmente conseguirá pegar o ritmo de quem já estuda há anos e, assim, o efeito pode ser o contrário: frustração.

O mesmo conselho vale caso você esteja adiantado: pense muito bem antes de aceitar no grupo aquele concurseiro que está começando.

Afinal, sendo bem sincero, concurso não é para se prejudicar a fim de “carregar” o próximo. O grupo serve única e exclusivamente para o seu aprendizado e dos colegas.

Não vá estudar com iniciantes por conta de ego, para provar que você sabe mais. Os grupos de estudos para concursos devem engrandecer a sua preparação, apenas isso.

Você sabia?

Os fundadores da Estudaqui foram aprovados nos melhores vestibulares (USP/FUVEST, UFSCAR, UNIFESP etc) e também nos melhores concursos do Brasil (Auditor Fiscal de SP, do MT, do ES etc). E o projeto da Estudaqui foi validado por eles em alguns dos melhores cursos de empreendedorismo do mundo (Stanford, UC Berkely e Draper University), no Vale do Silício, na Califórnia.

Conheça nossa história e o aplicativo de estudo da Estudaqui, e também continue lendo :).

Grupos online são mais eficientes

Antes, quando falávamos em estudar em grupo, a imagem que nos vinha à cabeça era do grupo reunido na cozinha, estudando, comendo bolo e tomando café.

No entanto, agora você não precisa se limitar aos concurseiros vizinhos. É possível formar um grupo de estudos para concursos online com gente de todo lugar a fim de trocar pílulas de conhecimento.

Reuniões via Skype, por exemplo, tendem a ser mais produtivas, uma vez que você não precisa se deslocar até um ponto de encontro do grupo.

Vocês também podem começar determinando um tempo de duração para a reunião, a fim de que o tempo não seja desperdiçado com assuntos paralelos.

Pouco tempo para estudar? Esqueça o grupo de estudos!

Volto a enfatizar que, caso você só tenha um período do dia para estudar (como as noites e os finais de semana para quem trabalha), abandone a ideia de estudar em grupo.

Afinal de contas, precisamos ser sinceros: em muitos momentos, o estudo em grupo envolve um longo tempo sem produtividade, com distrações e conversas nada relacionadas ao conteúdo de estudo. 

Quem nunca passou por isso? Atividades coletivas sempre podem ser problemáticas quando envolvem esse cenário.

Além do mais, desenvolver gosto por estudos em grupo envolve o risco de criar dependência relacionada à prática. 

Em outras palavras, você pode não conseguir mais resolver exercícios ou ter bom desempenho sem a ajuda de companheiros.

Dessa forma, está permitido vez ou outra se reunir em um sábado de manhã para trocar experiências. Todos os dias, não.

Eu nunca vi ninguém passar em um concurso concorrido estudando em grupo todos os dias. O determinante para a sua aprovação é o seu desempenho individual!

Grupo de estudos deve ter regras rígidas

Ao manter um grupo de estudos para concursos, é importante ter a dinâmica de funcionamento dos encontros bem organizada.

Dessa forma, é essencial que todos os membros respeitem o horário de encontro. E, em caso de atraso, determine que é melhor a pessoa nem aparecer. Caso contrário, a chegada atrasada poderá afetar o raciocínio e as discussões do grupo.

Além disso, determine o tempo de duração dos encontros. Isso ajuda a focar no estudo e não perder tempo com assuntos paralelos.

Se alguém tiver a fim de bater papo, tudo bem ser o “chato” e pedir que deixe os encontros.

O mesmo vale para aqueles concurseiros extremamente desanimados, que podem afetar a motivação do grupo. Não se reúna com quem possa atrapalhar a sua energia para os estudos.

Afinal, vale a pena manter um grupo de estudos para concursos?

Sim, vale a pena manter o grupo de estudos caso você tenha tempo de sobra para estudar, se já acumula uma boa bagagem de conhecimento e tem colegas no mesmo nível de desempenho que você.

Atendendo a esses critérios, a experiência tende a ser muito proveitosa.

Afinal, o conjunto de concurseiros te oferece a pluralidade de visões, ou seja, a presença de perspectivas diferentes. 

Muitas vezes ficamos estagnados em um problema ou exercício por estarmos acostumados a abordá-los por meio de uma única visão.

Nesse momento, uma perspectiva diferenciada pode ser decisiva para oferecer ajuda e demonstrar uma nova maneira de chegar à solução.

No entanto, se o seu tempo de estudo for cada vez mais raro, o estudo individual e bem organizado é a melhor alternativa.

Sem tempo para grupos? Procure outras formas de apoio!

Não é porque você está sem tempo para grupos que você está sozinho durante a preparação para os concursos.

Já que você não consegue marcar encontros com outros concurseiros, já pensou em procurar o suporte da tecnologia?

Nos dias de hoje não é mais necessário perder suas preciosas horas de estudo tentando aprender como fazer tudo sozinho, os tempos mudaram, e agora a tecnologia deve ser, sem dúvida alguma, a sua maior aliada. Por isso já faz algum tempo que eu vinha indicando o aplicativo Estudaqui para todos os meus alunos de mentoria.

Em poucos segundos o app monta seu ciclo de estudo perfeito personalizado, sem você precisar ter qualquer trabalho. E isso não é tudo! O Estudaqui ainda permite, automaticamente:

  • controlar o tempo de estudo de maneira simples e fácil;
  • acompanhar as porcentagens de acerto em qualquer celular ou tablet;
  • ver relatórios de conclusão de estudo e avanços do conteúdo;
  • rever o histórico de tudo o que foi estudado;
  • tomar ações para melhoria de desempenho com ajuda da melhor tecnologia de estudo do mercado.
  • Acesse o site e conheça mais sobre o Estudaqui: estudo de alto desempenho, simples e acessível a todos!

Fique à vontade para compartilhar o artigo nas redes sociais.

Um abraço, Alexandre Meirelles.

Ver todos os artigos de Alexandre Meirelles.