7 dicas essenciais para passar em um concurso público em 2021

7 dicas essenciais para passar em um concurso público em 2020

O ano de 2020 chegou. Você piscou e tudo começa outra vez, assim como novas oportunidades de concurso. Para fazer este ano valer a pena, resolvi separar algumas dicas para passar em um concurso público em 2020.

No último artigo, apresentei as perspectivas dos concursos públicos no Brasil em 2020.

Embora o cenário não seja dos melhores, há boas oportunidades por vir e você precisa estar afiado para agarrar o cargo dos seus sonhos.

Ser aprovado em 2020 é um resultado que você alcançará combinando muito estudo com uma postura de concurseiro mais maduro e focado.

Sendo assim, vamos lá para as 7 dicas para passar em concurso público neste ano que se inicia. Confira!

1. A mais valiosa das dicas para concurso público: Esqueça as más notícias

Já é de praxe: logo no início do ano, em janeiro ou fevereiro, diferentes veículos de imprensa divulgarão notícias pessimistas de que não haverá concursos em 2020.

É claro que, diante de informações tão ruins, baterá o desespero. E, com razão, você terá muitas inseguranças – afinal, o seu concurso é um sonho.

Principalmente diante do discurso de austeridade do Ministro da Economia, Paulo Guedes, sobre a não realização de concursos em 2020, a grande mídia irá minar suas expectativas.

Mas, se você for parar para pensar, a escassez não vem de hoje, né? Não é como se em 2017, 2018 e 2019 tivessem sido recheados de concursos e, agora, tivéssemos que lidar com uma escassez.

Dessa forma, não deixe seus planos serem abalados pelas “más notícias”. Continue estudando e levando a sério o seu planejamento.

É claro que já vivemos épocas muito melhores de concurso, mas você não consegue evitar isso.

Portanto, a melhor postura que você pode assumir é continuar estudando para estar 100% afiado quando seu concurso vier e, assim, conquistar sua tão sonhada estabilidade.

2. Avalie as tendências de concursos 2020 para a sua área

Seja para a Área Policial, Fiscal, de Controle ou Jurídica, o importante é não perder o gás. 

Vai que, de repente, você é surpreendido no próximo ano? Não quer ter corrido o risco de ter jogado tudo para o alto e perder a sonhada oportunidade, né?

Assim sendo, se você já vem estudando para uma área há alguns meses ou até anos, é hora de mapear as oportunidades em 2020.

Se você tem uma base muito forte para agências reguladoras, por exemplo, e estuda há anos para elas, pode ser que concursos deste tipo não venham este ano, de acordo com o cenário de concursos 2020.

No entanto, você já possui uma base forte e pode começar a ampliar seus horizontes e avaliar oportunidades parecidas.

Neste exemplo, você pode aproveitar o concurso do TCU, por exemplo, que está previsto para oferecer 30 vagas.

Outro exemplo é para quem estuda para Auditor Fiscal do Trabalho, cargo esse que não há previsões de 2020, fique de olho em oportunidades para fiscal de ICMS, ISS e mais.

Concursos semelhantes podem servir de concurso escada para que você tenha um bom salário, fique tranquilo para estudar e, nos próximos anos, conquiste o cargo dos sonhos.

Por outro lado, se o cargo para o qual você estuda há anos tem rumores e previsões, continue focado!

3. Começou a estudar agora? Forme uma base primeiro

Se você começou a estudar para concursos recentemente, não fique desanimado caso o concurso almejado não apareça em 2020.

Neste caso, você tem é que comemorar por ter mais tempo para se preparar, em vez de enfrentar o concurso com pouco tempo de estudo e, assim, ter que amargar uma reprovação.

Dessa forma, a sua postura em 2020 deve ser montar um planejamento de estudo pré-edital e segui-lo.

O ideal é consolidar seu conhecimento em disciplinas básicas, depois aprofundando na área para, nos próximos anos, estar pronto para garantir a sua vaga quando o certame vier.

Não viva de ilusão – passar em concursos, sobretudo os mais concorridos, exige pelo menos mais de um ano de estudo. É necessário pensar a médio e longo prazo!

Você sabia?

Os fundadores da Estudaqui foram aprovados nos melhores vestibulares (USP/FUVEST, UFSCAR, UNIFESP etc) e também nos melhores concursos do Brasil (Auditor Fiscal de SP, do MT, do ES etc). E o projeto da Estudaqui foi validado por eles em alguns dos melhores cursos de empreendedorismo do mundo (Stanford, UC Berkely e Draper University), no Vale do Silício, na Califórnia.

Conheça nossa história e o aplicativo de estudo da Estudaqui. E claro, continue lendo :).

4. Poupar seu dinheiro é uma das dicas para concurso público

Reduzir custos é muito importante quando você ainda está na jornada de concurseiro. Evite gastos desnecessários!

Se você já tem materiais de estudo de qualidade, com livros atualizados, não vá comprar novos por pura vaidade.

Não há necessidade de trocar a edição novinha de um livro de 2019 por uma 2020 – pouca coisa muda e isso é uma estratégia de muitas editoras para ganhar dinheiro.

Entretanto, se o seu material estiver defasado ou não for de qualidade, aí sim você deve investir uma grana, pois o material será determinante para a sua aprovação.

Entenda que você não será aprovado estudando por materiais gratuitos na internet, apostilas de bancas, resumos online e mais.

Corte os gastos desnecessários e caso seu material esteja fraco, não hesite em trocá-lo.

Aqui no Método de Estudo nós indicamos as bibliografias ideais para a Área Fiscal e a Área Policial. Não deixe de conferir!

5. Não deixe para começar a estudar depois do carnaval

Este é o costume mais errado do brasileiro: Dizer que o ano só começa de verdade após o carnaval.

E muitos concurseiros, infelizmente, caem nessa cilada: Emendam o Natal com o Ano Novo, depois levam tudo na maciota até o carnaval e, só depois, estudam com mais afinco.

Para quem é concurseiro, não existe parar de estudar por semanas para celebrar. É claro que você deve tirar os dias 24, 25 e 31 de dezembro e o dia 1º de janeiro de descanso, para curtir a família, mas depois deve retomar os estudos com gás total.

6. Converse com a sua família

A pressão familiar durante os estudos para concursos pode ocorrer por diferentes motivos:

  • Crença de que concursos são ilegítimos e fraudados;
  • Ausência do concursando em momentos de lazer e convivência;
  • Ansiedade para obter estabilidade financeira.

O primeiro passo para resolver este impasse é o diálogo – peça apoio e explique que estudar para concursos é um processo natural, que é normal levar tempo para ser aprovado.

Peça o apoio dos seus familiares e reforce que o incentivo deles é fundamental para a sua aprovação.

Quando a pressão familiar durante os estudos para concursos vem do cônjuge, a situação pode ser ainda mais delicada.

Nesse caso, a melhor alternativa é pedir apoio e reforçar a reciprocidade sentimental que um casamento envolve.

Além disso, ressalte que a aprovação em um certame pode lhe conceder maior autonomia financeira e melhoria no orçamento familiar.

Além disso, reserve nos seus momentos de lazer tempos exclusivos de dedicação à família – isso ajuda a reduzir a ansiedade das pessoas próximas.

7. Ajuste a sua rota 

Você não será aprovado em 2020 se continuar seguindo os mesmos comportamentos errados que adotou em 2019.

Dessa forma, antes de encarar os livros, as listas de questões e os editais, entenda quais foram suas falhas no ano anterior:

Assim sendo, identifique em quais pontos você vacilou, aprenda com esses erros, corrija-os e comece 2020 com o pé direito.

Dicas para concurso público: O suporte que você precisava para ser aprovado em 2020

Se você deseja ser aprovado em 2020, você também pode apostar em um suporte profissional completo, podendo tirar dúvidas em vários tópicos e dificuldades que você tem.

É verdade que as dificuldades do caminho da aprovação são enormes. Mas elas podem ser muito facilitadas quando você tem as ferramentas corretas ao seu alcance.

Saiba que você não precisa, e nem deveria, tentar fazer tudo sozinho, facilite a sua vida usando uma tecnologia como a do aplicativo Estudaqui.

Em poucos segundos o app monta seu ciclo de estudo perfeito personalizado, sem você precisar ter qualquer trabalho. E isso não é tudo! O Estudaqui ainda permite, automaticamente:

  • controlar o tempo de estudo de maneira simples e fácil;
  • acompanhar as porcentagens de acerto em qualquer celular ou tablet;
  • ver relatórios de conclusão de estudo e avanços do conteúdo;
  • rever o histórico de tudo o que foi estudado;
  • tomar ações para melhoria de desempenho com ajuda da melhor tecnologia de estudo do mercado.
  • Acesse o site e conheça mais sobre o Estudaqui: estudo de alto desempenho, simples e acessível a todos!

Fique à vontade para compartilhar o artigo nas redes sociais.

Um abraço, Thiago Magalhães.

Ver todos os artigos de Thiago Magalhães