Blog
dicas para estudar para concurso

9 dicas para estudar para concurso: veja como aumentar seu rendimento!

Você pode estar apenas começando a empreitada ou já estar há algum tempo em busca de uma vaga nas almejadas empresas do serviço público do Brasil. Independente de qual é o seu caso, algumas dicas para estudar para concurso podem ser o diferencial para sua aprovação.

Não existe técnica milagrosa, isso você já sabe. Entretanto, existem práticas que podem:

  • otimizar seu tempo de estudo, fazendo você aprender mais em menos tempo;
  • potencializar sua capacidade de armazenar informações e fazer ligações rápidas entre conteúdos;
  • ajudar a ficar atento aos detalhes – como a banca de avaliação – que são diferenciais entre quem é aprovado e quem não é.

A seguir, separamos 9 dicas de como estudar para concurso. Todas podem ser postas em prática independentemente de você se dedicar integral ou parcialmente ao estudo. Então, continue sua leitura para aprender mais.

9 dicas para estudar para concurso e aumentar suas chances de aprovação

  1. Não espere o edital sair para começar a estudar
  2. Faça provas de edições anteriores
  3. Conheça a banca do concurso
  4. Divida seu tempo de estudo entre leituras, exercícios e revisões
  5. Estude sozinho, faça cursinho ou tenha um coach
  6. Crie mapas mentais
  7. Busque maneiras para manter a motivação
  8. Afaste-se das distrações e reserve tempo para exercícios físicos e lazer
  9. Crie um plano de estudo

1. Não espere o edital sair para começar a estudar (mas fique atento a ele)

Essa primeira dica para estudar para concurso pode parecer estranha para quem começou a vida de concurseiro agora, mas é muito comum para quem está na caminhada há algum tempo.

Acompanhe previsões de editais de concursos e comece a se preparar com antecedência.

Se você tem um concurso específico em mente, como, por exemplo, o de Auditor Fiscal da Receita Federal, pode se dedicar a conteúdos que são comuns a outros concursos da área fiscal e ampliar suas possibilidades.

Fique atento também a conteúdos relativos à legislação que são rotineiros às maiorias das provas, como por exemplo: Direito administrativo.

Quando o edital for divulgado é importante que você leia com atenção cada tópico. Ele é um guia para montar seu plano de estudo para concurso.

2. Faça provas de edições anteriores

Independente de ter ou não o edital em mãos, fazer as provas das edições anteriores é uma boa prática de estudo, sem custo, e que te prepara para os exercícios que você vai encontrar na prova.

Dessa forma, você fica mais familiarizado não só com conteúdo em si, mas a forma como historicamente os temas são cobrados. Portanto, sendo concurseiro iniciante ou não, essa é uma estratégia eficiente para todos que buscam a aprovação e querem praticar seu discernimento na solução de questões.

Esse tipo de conhecimento já é um gancho para a dica seguinte.

3. Conheça a banca do concurso

Além de fazer os exercícios das provas passadas, no mundo do concurseiro, saber o nome das bancas e qual o perfil de prova que elas aplicam é quase tão importante quanto dominar o conteúdo.

Existem 6 principais bancas organizadoras de concursos públicos:

  • Fundação Carlos Chagas;
  • Cesgranrio;
  • Cespe;
  • FGV;
  • Vunesp;
  • Esaf*

A Esaf era uma banca bem tradicional para concursos da área fiscal que, em 2018, anunciou que não iria mais fazer provas. Entretanto, eles sempre fizeram provas bem elaboradas, por isso as provas passadas da Esaf continuam sendo uma ótima fonte de estudo.

Entender o tipo de questão feita por cada banca, bem como seu método de avaliação, é muito importante para a estratégia no dia da prova do concurso.

O Cespe, por exemplo, é uma das mais conhecidas e temidas por concurseiros. Ela aposta em questões em que o candidato deve marcar “certo” ou “errado” para os enunciados propostos. Para evitar chutes, a banca anula um ponto de uma questão certa para cada questão que o concurseiro errar. Por essa característica, na banca do Cespe é melhor não “chutar”. Se não tem certeza da resposta, deixe a questão em branco.

4. Divida seu tempo de estudo entre leituras, exercícios e revisões

Essa é uma das melhores dicas para estudar para concurso!

Muitos estudantes não mantêm um ritmo de revisão constante e assim correm o risco de esquecerem conteúdos importantes.

Veja bem: você está lidando com um enorme volume de informações, então ficar muitas semanas sem ter contato com um conteúdo é bastante prejudicial, não é mesmo.

Ao organizar seu tempo de estudo não se esqueça de dedicar alguns períodos às revisões e ao desenvolvimento de exercícios.

Se seu plano for em formato de ciclo de estudos é ainda mais fácil encaixar um tempo para a revisão em suas horas dedicadas ao concurso.

5. Estudar sozinho, fazer cursinho ou ter um coach

Essa é uma decisão individual. Não existe melhor ou pior.

Algumas dicas para estudar para concurso, entretanto, podem ser úteis para ajudar na sua escolha:

  • se você está voltando a estudar agora, pode ser interessante fazer algumas aulas em um cursinho especializado. Isso vai ajudar você a entrar no ritmo de novo;
  • caso você não tenha muita disciplina para estudar sozinho e tenha outras obrigações — como um trabalho que te impede de ter um compromisso fixo —, pode ser interessante que contrate um serviço de coach para concursos ou uma mentoria para concursos;
  • caso você já esteja a um tempo estudando pode tentar criar a sua própria rotina com a ajuda de aplicativos para organizar estudos.

É importante que você entenda que cada aluno é único, por isso, esse é apenas um guia para te ajudar na decisão. Escolha o que achar que vai ser melhor para você.

Um fator que também pesa na hora da decisão entre as 3 opções apresentadas é o custo. Cursinho, coach e mentoria exigem um certo investimento.

Se você fez as contas e viu que não vai conseguir arcar com a mensalidade de curso preparatório ou com a orientação de um coach ou mentor, não desanime! Muitos aprovados nos melhores concursos do Brasil estudavam por conta própria.

Quer saber como estudar para concurso público sozinho e com eficiência?

O aplicativo Estudaqui é uma solução extremamente barata e acessível a todos. Se você quer economizar muito e ter um resultado tão bom quanto, ou até melhor que o das opções mais caras: não pense duas vezes! Conheça logo as vantagens que essa ferramenta te proporciona. E o melhor de tudo: a custo extremamente baixo.

6. Crie mapas mentais

Como o próprio nome propõe, os mapas mentais dizem respeito a uma forma de organização de informação que é baseada no que sabemos sobre o funcionamento do cérebro.

Tudo começa com um assunto central que possui ramificações que se ligam a outros conteúdos e a outras informações.

Os mapas mentais simplificam as informações que serão mais relevantes. Eles ajudam o cérebro a fazer associações rápidas entre conteúdos variados.

Abaixo uma representação ficcional de um mapa mental.

aplicativos para organizar estudo dicas para estudar para concurso

O Mindmeist possui uma interface simples e intuitiva para te ajudar a organizar seu mapa mental.

Para criar um você pode usar lápis e papel ou usar um aplicativo como o MindMeister.

7. Busque maneiras para manter a motivação

Manter-se motivado é uma das dicas para estudar para os concursos mais importantes de todo este guia.

Estudar exige atenção e dedicação. Para concurso não é diferente e ainda exige também muita paciência. Dificilmente você vai ser aprovado no primeiro que fizer. E mesmo com a reprovação é preciso voltar cheio de gás para os livros.

Todo concurseiro já pensou em desistir, por isso, é preciso foco no objetivo e pensar em um dia de cada vez.

O trabalho é árduo, mas com dedicação você vai chegar lá!

Mas, como ter motivação para estudar? Algumas boas práticas são necessárias:

  • divida o material em partes menores;
  • crie uma rotina de estudos;
  • escreva seu objetivo em uma folha bem grande e leia todos os dias;
  • esforce-se para aprender, e não apenas para decorar, os conteúdos, isso vai fazer você se sentir mais seguro e avançando;
  • crie pequenos blocos de estudos.

8. Afaste-se das distrações e reserve tempo para exercícios físicos e lazer

Os exercícios físicos precisam estar na sua rotina diária! Entre seus diversos benefícios, eles melhoram a capacidade de armazenamento de novas informações. Faça de 20 a 30 minutos de atividade física todos os dias.

Você também deve reservar alguns dias para o lazer. Estudar para concurso exige dedicação e provavelmente você vai abrir mão de muitos finais de semana, entretanto, você também precisa sair da frente dos livros e do computador para relaxar o corpo e a mente.

Cuidando do físico e investindo no seu lazer, você garante uma melhor qualidade de vida e saúde mental para os desafios do dia a dia.

As distrações constantes podem fazer você perder um tempo precioso do seu estudo. Além disso, a cada vez que procrastina você demora a se concentrar novamente. Quando estiver estudando:

  • deixe o celular no modo “não incomode”;
  • não acesse redes sociais;
  • vá para um local com pouco movimento e que seja silencioso. Se na sua casa tem muito barulho, procure uma biblioteca na sua cidade;
  • aplique métodos de produtividade como a técnica Pomodoro

método Pomodoro de estudo - ciclo

9. Crie um plano de estudo

A última entre as dicas para estudar para concurso é, na verdade, o início de tudo.

Não é aconselhável que você comece a estudar sem ter um plano que irá guiar seus passos.

Existem diferentes opções de organização, mas nós indicamos que você aprenda como montar um ciclo de estudos. Essa é uma metodologia moderna que já aprovou milhares de estudantes nos principais concursos do Brasil.

Dicas para estudar para concurso: a Estudaqui sabe o caminho!

A montagem de um ciclo de estudo não é simples, é um processo que envolve muita prática e conhecimento, mas para isso temos uma excelente novidade: o aplicativo Estudaqui.

Com muita tecnologia e anos de estudo, a ferramenta vai montar para você automaticamente um ciclo exclusivo e pessoal, considerando as matérias que você deve estudar, suas dificuldades e facilidades, além do tempo que você pode se dedicar. 

O processo é o seguinte, você escolhe a prova para a qual deseja estudar, nós te mostramos todas as matérias que são pedidas no edital, e com apenas 1 clique nossa tecnologia criará um ciclo de estudo personalizado e exclusivo para você.

Conheça agora mesmo como funciona o Estudaqui e faça um teste grátis por 7 dias!

Um abraço, Tiago Ribeiro Neves.

Ver todos os artigos de Tiago Ribeiro Neves