onteúdo para concurso público - por quais métodos devo estudar

Conteúdo para concurso público: por quais métodos devo estudar?

Com o avanço da tecnologia e a supremacia dos tablets e dos smartphones, são muitas as formas de conteúdo para concurso público a serem estudadas.

Além dos tradicionais livros para concurso e cursinhos presenciais, o concursando tem a seu dispor materiais em PDF, videoaulas, mentoria para concursos, sites de questões de concursos públicos e mais.

Assim sendo, diante de tamanha disponibilidade de conteúdo para concurso público, como escolher os métodos de estudo mais eficientes? Quais são as vantagens de cada um?

Neste artigo, vou apresentar as diferenças, benefícios e desvantagens entre as diferentes alternativas de estudo para concursos públicos. Continue a leitura!

Faço aqui uma breve pausa no artigo para deixar claro que eu, Alexandre Meirelles, não tenho qualquer relação com a Estudaqui e que não ganho nada ao escrever esses artigos e nem ao indicar o aplicativo Estudaqui. Indico o aplicativo e apoio o site porque gosto e porque eles são realmente os melhores do mercado no que fazem, são de longe a melhor opção!

Materiais de estudo: quais são as diferenças entre livros, PDFs e apostilas?

Quando falamos de materiais de estudo para concursos públicos, temos, inicialmente, três alternativas mais comuns: livros, PDFs e apostilas.

Esses três métodos são fundamentais para ter em mãos um conteúdo para concurso público conciso e completo.

Primeiramente, comecemos a discutir o uso do primeiro deles, os livros. Uma pergunta recorrente aqui no blog e no canal é se livros acadêmicos, que você tem contato na faculdade, são úteis para estudar concursos públicos.

Livros acadêmicos só servem para concursos muito específicos

Os livros acadêmicos só configuram-se como um bom conteúdo para concurso público para certames mais específicos.

Este é o caso dos concursos mais específicos da área jurídica – para cargos de juiz, promotor e procurador.

Alguns livros acadêmicos e jurídicos são constantemente utilizados por concurseiros que estão em busca de cargos como estes.

É claro que há muitos livros jurídicos voltados para concursos, mas há quem prefira utilizar a explicação de um autor específico, tradicionalmente usado nos livros acadêmicos.

Outra situação em que é possível usar livros acadêmicos para estudar para concursos públicos é para quem está prestando um certame específico para a sua área de formação.

Por exemplo, você é Engenheiro Eletricista e irá estudar para um concurso para esse cargo para algum órgão.

Nesse caso, dificilmente haverá livros que apresentem conteúdo para concurso público voltado especificamente para a área de Engenharia. O mais recorrente é para Português, Contabilidade, Matemática e mais.

Dessa forma, o conteúdo para concurso público específico da sua formação só será encontrado nos livros acadêmicos.

Para a maioria dos concursos, use livros voltados para concursos públicos

Se você estuda para cargos famosos, como do MPU e ISS, além de outros certames da área policial, da área fiscal, da área de controle, entre outros, você deve procurar livros voltados para concursos públicos, obrigatoriamente!

Assim sendo, procure editoras especializadas em conteúdo para concurso público, como a Método, do grupo GEN; JuspodivmImpetus; Ferreira e Saraiva.

Todas essas editoras lançam livros muito bons e voltados para o estudo para concursos públicos.

Quais são as vantagens e desvantagens de estudar por meio de livros?

Estudar por meio de livros também apresenta alguns desafios. Isso porque, dificilmente o conteúdo para concurso público exigido no edital será compatível com o índice do livro.

Por exemplo, você compra um livro de Direito Constitucional. Só que o concurso, muitas vezes, pode pedir o conteúdo de forma mais sucinta do que o livro.

Nestes casos, você tem que fazer uma espécie de “cara-crachá”: conciliar o conteúdo programático do seu edital com o conteúdo do livro.

O livro, também, pode não apresentar todo o conteúdo para concurso público exigido pelo edital. Dessa forma, é necessário consultar novas fontes.

Já entre as vantagens dos livros, está a maior referência dos autores e um rigor maior de escrita e diagramação.

Você sabia?

Os fundadores da Estudaqui foram aprovados nos melhores vestibulares (USP/FUVEST, UFSCAR, UNIFESP etc) e também nos melhores concursos do Brasil (Auditor Fiscal de SP, do MT, do ES etc). E o projeto da Estudaqui foi validado por eles em alguns dos melhores cursos de empreendedorismo do mundo (Stanford, UC Berkely e Draper University), no Vale do Silício, na Califórnia.

Conheça nossa história e o aplicativo de estudo da Estudaqui, e também continue lendo :).

PDF ou livro: qual é a melhor forma de estudar o conteúdo para concurso público?

Os livros, por sua vez, agora têm um concorrente muito eficiente quando o assunto é estudar conteúdo para concurso público: o PDF.

O PDF nada mais é que o último estágio de um livro antes de ser enviado para a gráfica. Ou seja, é a diagramação final sem imprimir.

Dessa forma, não é necessário arcar com os custos de impressão. Você pode estudar o conteúdo pela tela do computador ou por um tablet, por exemplo.

No entanto, se você não se adaptar com a leitura por meio de uma tela, terá gastos extras, pois será necessário arcar com os custos do PDF somado aos valores da impressão.

Os materiais em PDF são vantajosos também porque, em geral, combinam conteúdo de vários livros de maneira sintética, concentrando-se nos assuntos mais cobrados nos concursos.

Outra vantagem é que este é um material feito em cores, o que torna mais dinâmica a leitura. Em geral, livros repleto de cores encarecem para as gráficas, que cobram maiores valores no mercado.

Além disso, por não ter preocupação com o custo de impressão, o espaçamento entre as linhas e as margens dos materiais em PDF são maiores, tornando a leitura menos confusa e mais agradável aos olhos.

Há vários sites que sempre disponibilizam um compilado de conteúdos valiosos para os certames em PDF, como o Estratégia Concursos, Ponto dos Concursos e Exponencial Concursos.

Dá para passar em concursos públicos estudando só por meio de PDF?

Outra questão muito recorrente entre os concursandos é se é possível conquistar a aprovação estudando apenas por um pacote de conteúdo para concurso público em PDF.

Acredito que, muitas vezes, sim. Você pode, às vezes, acabar não se identificando com o autor do conteúdo para concurso público em PDF e buscar outro ou, até mesmo, procurar um complemento nos livros.

No entanto, se adaptar com o material em PDF, gostar de um determinado autor, professor e didática é questão de gosto e perfil de estudos.

Apostila ainda traz bons conteúdos para concursos?

Primeiramente, é necessário diferenciar o material que os professores oferecem nas aulas daquelas apostilas maiores, muitas vezes vendidas em bancas de jornal e livrarias.

A primeira é um material de apoio para as aulas. Em geral, você se inscreve em um curso e recebe um material complementar para acompanhar as aulas.

Logo, este conteúdo para concurso público não é o suficiente para te preparar para provas mais pesadas.

Se o seu concurso é de nível mediano de dificuldade, que não exige tanta concorrência, em geral apostilas e materiais de aula conseguem oferecer um bom suporte.

As apostilas encontradas nas bancas, por sua vez, têm o mesmo peso que as apostilas de apoio.

Não são suficientes em casos de concursos de elevado nível de exigência, mas conseguem oferecer base para certames mais básicos.

Devo fazer cursos onlines e/ou presenciais para estudar para concursos?

Hoje, basicamente, há duas modalidades de cursos preparatórios disponíveis: online e presencial.

Ao meu ver, o curso online traz como principal vantagem a velocidade de absorção do conteúdo para concurso público se comparado ao curso presencial.

Isso porque a hora é líquida, ou seja, não há intervalos e você é capaz de ditar o seu ritmo.

Enquanto isso, os cursos presenciais sofrem com eventuais atrasos de professores, pausas para sanar dúvidas de colegas, intervalos e mais.

Além disso, ao fazer cursos online, você pode se acostumar a absorver o vídeo de forma mais rápida.

Como assim, Alex? O Youtube e outras plataformas de vídeo permitem que você acelere a velocidade e isso agiliza a aula, sem que você perca detalhes.

Dessa forma, ao absorver conteúdo para concurso público por meio dos cursos online, você ganha em velocidade. Seja pela ausência de interrupções nas aulas ou pela possibilidade de as assistir mais rápido.

Além disso, além de ser mais barato, o curso online evita que você gaste tempo com deslocamento, por exemplo.

Entretanto, cursos online também têm suas desvantagens. Isso porque, ao assistir aulas só pelo computador, você acaba se isolando de um ciclo social de concurseiros.

Dessa forma, ao fazer um curso presencial, você tem contato com outras pessoas que estudam assim como você. Isso é benéfico para trocar dicas, experiências, recomendações de materiais, tirar dúvidas e mais.

Além disso, em caso de dúvidas, no curso presencial elas são respondidas prontamente. Quando trata-se de um curso online, sua questão pode demorar dias para ser respondida ou até mesmo nem ser respondida.

Diante de tantas opções de conteúdo para concurso público, o que escolher?

Agora que já te apresentei as mais diferentes alternativas de estudar para concursos públicos, o que escolher?

O meu conselho é fazer uma combinação de três a cinco desses métodos de estudo. Não há uma receita de bolo de como obter o melhor conteúdo para concurso público.

A efetividade de um canal ou material irá depender da sua base, da sua aptidão com tecnologia, da verba disponível para investir e mais.

O meu objetivo é esclarecer as vantagens e desvantagens de cada metodologia, para que você faça escolhas compatíveis com a sua realidade.

E agora que você já sabe por quais métodos deve estudar, deixo aqui a melhor dica de todas: saiba que você não precisa tentar fazer tudo sozinho, facilite a sua vida usando uma tecnologia como a do aplicativo Estudaqui.

Em poucos segundos o app monta seu ciclo de estudo perfeito personalizado, sem você precisar ter qualquer trabalho. E isso não é tudo! O Estudaqui ainda permite, automaticamente:

  • controlar o tempo de estudo de maneira simples e fácil;
  • acompanhar as porcentagens de acerto em qualquer celular ou tablet;
  • ver relatórios de conclusão de estudo e avanços do conteúdo;
  • rever o histórico de tudo o que foi estudado;
  • tomar ações para melhoria de desempenho com ajuda da melhor tecnologia de estudo do mercado.
  • Acesse o site e conheça mais sobre o Estudaqui: estudo de alto desempenho, simples e acessível a todos!

Fique à vontade para compartilhar o artigo nas redes sociais.

Um abraço, Alexandre Meirelles.

Ver todos os artigos de Alexandre Meirelles.