Concurso escada

Concurso escada: entenda e avalie se é necessário fazer

Você sabe o que é concurso escada? Esse é o nome dado a um concurso intermediário para aquele que você realmente deseja ser aprovado.

Esse tipo de concurso pode ter uma jornada de trabalho reduzida, de 6 ou 7 horas diárias, o que possibilita o candidato ter mais tempo livre para estudar.

Além disso, gera uma renda que vai custear livros, cursos e despesas pessoais enquanto você estiver estudando.

Isso, é claro, ajuda a diminuir a pressão familiar pelos resultados, é possível ter tranquilidade para estudar enquanto as contas são pagas sem nenhum sufoco e, é claro, você tem verba disponível para investir em bons materiais.

Entretanto, para muitos concurseiros focados, o concurso escada pode ser visto como uma distração, tornando-se uma “pedra no caminho”.

Dessa forma, o concurso escada realmente vale a pena? É necessário prestá-lo durante a jornada do cargo dos sonhos?

Faço aqui uma breve pausa no artigo para deixar claro que eu, Alexandre Meirelles, não tenho qualquer relação com a Estudaqui e que não ganho nada ao escrever esses artigos e nem ao indicar o aplicativo Estudaqui. Indico o aplicativo e apoio o site porque gosto e porque eles são realmente os melhores do mercado no que fazem, são de longe a melhor opção!

Continue a leitura, pois hoje vou te propor algumas reflexões acerca dos benefícios e malefícios do concurso escada.

Em quais cenários é possível fazer um concurso escada?

Vamos supor que você quer ser um Analista do TJ. Só que você ainda não tem condições de ser aprovado no cargo – pode ser porque ainda não houve o concurso ou porque você ainda está meio “cru” nos conteúdos.

Ou então, você deseja ocupar um cargo de juiz ou promotor e, pelos mesmos fatores, ainda não consegue ser aprovado e, por isso, presta um certame para Analista do Judiciário.

Cada área, seja Policial, Fiscal ou Judiciária, por exemplo, tem os cargos mais concorridos e outros intermediários, a nível estadual e municipal, por exemplo, também com bons salários e conteúdo programático semelhante.

Assim sendo, sempre recebo e-mails de pessoas que estão com um objetivo maior e, muitas vezes, deparam-se com bons concursos escadas.

Dessa forma, surge a dúvida: será que devo fazer? se eu passar, devo tomar posse? Em suma, posso afirmar que a decisão de prestar ou não um concurso escada é muito pessoal.

As vantagens do concurso escada estão diretamente atreladas às suas condições financeiras e psicológicas.

Para quem o concurso escada é recomendado?

Se você tem dúvidas se deve ou não prestar um concurso escada, a primeira reflexão que deve se fazer é: se você ficar mais dois, três, quatro anos estudando, esperando pelo concurso dos seus sonhos e se preparando, quais serão os benefícios e prejuízos na sua vida?

Se você tem boas condições financeiras e não trabalha, com o intuito de apenas se dedicar aos estudos, aproveite este privilégio e não pense em concurso escada. Siga focado em passar no concurso definitivo.

Se você tem condições financeiras de se manter apenas estudando, tomar posse em um concurso escada obviamente te “roubará” horas de estudo e afetará seu objetivo maior.

Entretanto, este é um cenário em que poucos se encontram. A maioria dos concursandos precisa se preocupar com o sustento da família e as contas.

Deste modo, reflita: você consegue se manter financeiramente, em um pique legal de estudos e sua família irá te apoiar se você apenas estudar por muitos anos?

Assim sendo, o concurso escada é uma alternativa muito interessante se você estiver desempregado, não tiver boas condições financeiras ou está em um emprego ruim.

Quando você já tem um emprego, garantir horas de estudo não é fácil – ainda mais se o trabalho é estressante.

Logo, é importante considerar o concurso escada caso você tenha um emprego que esteja prejudicando os estudos, seja pela pressão, dificuldade de relacionamento com superiores e colegas ou, por ter por jornada extensa, não estiver sobrando tempo para os estudos.

Você sabia?

Os fundadores da Estudaqui foram aprovados nos melhores vestibulares (USP/FUVEST, UFSCAR, UNIFESP etc) e também nos melhores concursos do Brasil (Auditor Fiscal de SP, do MT, do ES etc). E o projeto da Estudaqui foi validado por eles em alguns dos melhores cursos de empreendedorismo do mundo (Stanford, UC Berkely e Draper University), no Vale do Silício, na Califórnia.

Conheça nossa história e o aplicativo de estudo da Estudaqui, e também continue lendo :).

Como escolher um bom concurso escada?

Você deve procurar por concursos que tenham jornada reduzida, de 4, 6 ou 7 horas diárias. Nestes casos, o foco não é o salário muito alto, já que o cargo é temporário, apenas para oferecer segurança.

Além disso, busque concursos intermediários que tenham relação com o conteúdo programático do seu concurso final.

Isso porque, ao mudar bruscamente de área de concurso, você corre o risco de não ser aprovado no concurso escada e perder ainda mais tempo deixando de estudar o conteúdo exigido pelo concurso dos sonhos.

Eu escrevi outro artigo explicando quando mudar de área de concursos públicos e explicando os riscos dessa decisão. Há também um vídeo sobre o assunto, confira!

Cuidado para não se acomodar!

Um risco quase que inevitável do concurso escada é fazer o concurseiro se acomodar. Afinal, todo mundo dá uma relaxada quando já tem certa estabilidade garantida.

Com jornada reduzida e um salário garantido, você pode acabar relaxando e não retomar a sua rotina de estudos.

Dessa forma, o cargo verdadeiramente almejado ficará para sempre no campo das ideias.

Entretanto, alguns concursos intermediários podem ser mais benéficos quando você analisa os prós e contras de buscar um cargo maior.

Você pode até escolher parar no nível intermediário, caso um avanço venha prejudicar sua família e sua saúde mental.

Por exemplo, você sonha em ser Auditor da Receita Federal e, hoje, ocupa o cargo de Analista da Receita Federal.

No entanto, percebe que não tem mais paciência para estudar, está vivendo em uma cidade bacana, gosta do trabalho e uma mudança seria prejudicial para os seus filhos.

Dessa forma, se a situação atual é feliz em diferentes âmbitos, avalie se persistir no seu sonho grande será benéfico.

não use isso como uma desculpa para abandonar o seu sonho. Peço que você seja realista quanto aos prós e contras de se manter em um concurso escada.

É importante lembrar que um concurso escada é apenas mais um degrau que você subiu para o cargo sonhado!

E agora que você já sabe avaliar quando fazer um não um concurso escada, deixo aqui a melhor dica de todas: saiba que você não precisa tentar fazer tudo sozinho, facilite a sua vida usando uma tecnologia como a do aplicativo Estudaqui.

Em poucos segundos o app monta seu ciclo de estudo perfeito personalizado, sem você precisar ter qualquer trabalho. E isso não é tudo! O Estudaqui ainda permite, automaticamente:

  • controlar o tempo de estudo de maneira simples e fácil;
  • acompanhar as porcentagens de acerto em qualquer celular ou tablet;
  • ver relatórios de conclusão de estudo e avanços do conteúdo;
  • rever o histórico de tudo o que foi estudado;
  • tomar ações para melhoria de desempenho com ajuda da melhor tecnologia de estudo do mercado.
  • Acesse o site e conheça mais sobre o Estudaqui: estudo de alto desempenho, simples e acessível a todos!

Fique à vontade para compartilhar o artigo nas redes sociais.

Um abraço, Alexandre Meirelles.

Ver todos os artigos de Alexandre Meirelles.