Como ter motivação para estudar

Como ter motivação para estudar: 13 dicas para concurseiros que procrastinam

Em alguns momentos a rotina de estudar pode se tornar chata, entediante e desmotivadora. Mesmo com um objetivo definido, como passar em um concurso, é difícil manter o ânimo. É nessas horas que algumas dicas de como ter motivação para estudar podem fazer toda a diferença.

Vamos encarar a verdade…

É muito mais fácil assistir a um vídeo do YouTube, percorrer o feed do Instagram ou responder a um amigo no Whatsapp.

Entretanto, nada disso vai te ajudar a passar na prova e, pior, são formas de procrastinação que tomam muito tempo e fazem você perder sua concentração.

Quando você percebe o tempo que perdeu fazendo nada, você tem uma crescente sensação de pânico e desmotivação, e não sabe onde parou, nem por onde começar.

Esses são sinais clássicos de que você está perdendo o interesse pelos estudos e que a desmotivação está se instalando.

Nesse processo, o próximo passo é você parar de render nas horas dedicadas ao estudo. Não há nada pior para um concurseiro do que estudar e não conseguir absorver a matéria!

Como este é um tópico muito importante para quem está se preparando para concursos, criamos um guia com 13 dicas de como encontrar motivação para estudar.

Prepare-se para dizer adeus à procrastinação!

Como ter motivação para estudar: 13 boas práticas para adotar no dia a dia

1. Descubra por que você procrastina

A procrastinação é um problema complexo que pode ter várias causas diferentes. Aqui estão algumas das mais comuns:

  • você se convenceu de que o conteúdo está além de suas habilidades de compreensão;
  • acha o tópico, ao qual deve se dedicar, chato;
  • está esperando o momento “perfeito” para começar suas leituras e práticas;
  • a tarefa se tornou tão grande que você não sabe por onde começar.

Entender por que você procrastina é o primeiro passo para compreender como ter motivação para estudar.

Passe algum tempo refletindo sobre o que faz você procrastinar. Isso permitirá que você identifique quais das seguintes dicas o ajudarão mais.

Essa auto análise também é valiosa para que você seja capaz de identificar que está próximo de interromper sua tarefa. Tornar esse problema algo consciente vai te ajudar muito a racionalizá-lo, antes de se entregar e parar de estudar.

2. Divida o material em partes menores

Uma das principais causas da procrastinação é ter uma tarefa muito grande à frente, por exemplo, estudar todo o conteúdo de Direito Constitucional.

Então, se você quer saber como ter motivação para estudar, nossa sugestão é que divida cada conteúdo em pequenos pedaços. Ao terminar um pedaço você passa para o outro.

Nesse processo, conforme você vai terminando as partes, mais próximo está de concluir o todo.

Você pode, por exemplo, ter a meta de analisar 3 páginas da Constituição, completar 5 exercícios de Raciocínio Lógico, fazer uma prova de edições de concursos passados por semana.

Se você gostou dessa dica, pode se interessar no método de ciclo de estudo. Sugerimos que leia o artigo; Como fazer um ciclo de estudos flexível e eficaz: 5 passos”.

3. Recompense-se

Toda vez que você completar uma ou duas partes do caminho até o objetivo final recompense-se com um curto período de relaxamento.

Pode ser 5 minutos no seu jogo favorito, uma curta caminhada ou tocar violão.

Premiar-se com pausas curtas e agradáveis ​​é uma parte fundamental para a motivação constante.

4. Crie uma rotina de estudo

Para aproveitar 100% dessa dica de como arranjar motivação para estudar você vai precisar aprender como montar um cronograma de estudos para concurso.

Você não precisa se prender aos métodos de cronograma que define o dia, a hora e o que você vai estudar ao longo da semana. Os especialistas em concursos sugerem que você busque um método que seja menos maçante.

Novamente, o ciclo de estudo é a melhor opção para esse problema.

E se você quiser ganhar tempo e eficiência ao fazer o seu ciclo de estudos perfeito, além de ter vários outros controles e gráficos que vão te manter mais motivado do que nunca, você precisa conhecer melhor o Estudaqui.

5. Repita para você mesmo o seu objetivo

Estudar para concurso pode ser muito difícil, mas a recompensa de todo o esforço virá quando você passar em uma prova.

Então, quando o desânimo chegar, olhe no espelho e fale em voz alta o porquê de você estar fazendo isso.

Relembrar as razões para tanto esforço ajuda na caminhada longa até o sucesso. Afinal, estudar para concurso é sobre o que você deseja para o seu futuro.

Você pode até escrever uma lista das razões pelas quais você está tentando uma vaga no concurso. Acorde e leia toda manhã.

Quer outra dica boa? Tente arrumar um holerite de pagamento de algum concursado para guardar na sua gaveta. Sempre que estiver desanimado, basta olhar para o salário dele e se lembrar do quanto você quer ganhar aquela bolada mensalmente.

6. Use um mapa mental para organizar as informações

Se você é como a maioria das pessoas, é provável que tenha aprendido a usar listas para resumir informações. Um exemplo clássico são as listas de tarefas.

Pode parecer natural usar listas para resumir as informações que você está estudando.

Mas há momentos em que os mapas mentais são mais eficazes que as listas como forma de organizar informações.

Por quê?

Porque mapas mentais imitam o modo como o cérebro funciona.

Quando você cria um mapa mental, você está mapeando a forma como seu cérebro processou um determinado tópico.

Isso facilita o controle sobre o assunto. E também facilitará a recuperação dessas informações quando você precisar delas.

Você pode criar um mapa mental usando caneta e papel. Mas se você preferir fazer isso em seu telefone, tablet ou computador, poderá usar um aplicativo como o MindMeister.

Além de manter a motivação em alta, também é uma excelente forma de memorizar os estudos.

7. Entenda o tópico, não apenas memorize

Uma das chaves para ter motivação para estudar é realmente sentir que você compreendeu um conceito de verdade.

Quando você realmente entende uma teria, equação ou artigo de lei, sua absorção de conteúdo é maior e você se sente mais seguro. A segurança tem tudo a ver com motivação.

Compreender um tópico é muito mais recompensador do que memorizá-lo. Portanto, esta abordagem não é apenas mais eficaz, ela também irá mantê-lo motivado.

8. Procure por lacunas na sua compreensão

Tente fazer uma mini-apresentação sobre um assunto que você teve mais dificuldade para um amigo ou parente. Pode ser interessante chamar um colega que também esteja estudando, assim ele pode te questionar sobre o assunto e você memorizar ainda melhor.

Ao fazer isso, você aprofundará seu conhecimento.

Você também perceberá rapidamente se existem lacunas na sua compreensão do tópico.

Como Albert Einstein disse uma vez: “Se você não consegue explicar isso simplesmente, você não entende bem o suficiente”.

9. Crie pequenos blocos de estudos

Pesquisas mostram que aprendemos melhor quando estudamos em blocos curtos.

Muitas teorias se formam por trás disso, uma delas é que o aprendizado envolve a criação de memórias.

Memórias são formadas através de ligações entre os neurônios. Para que essas memórias sejam realmente incorporadas os neurônios devem ser deixados intactos por um período de tempo.

É por isso que aprendemos melhor em curtos períodos de estudo. Essa abordagem dá aos neurônios tempo para “estabelecer” essas novas memórias.

Outras pesquisas também apontam que após 2h30 de estudo, leitura ou trabalho sobre o mesmo tema, você para de assimilar o conteúdo com a mesma eficiência do início.

Depois de um tempo longo em um mesmo conteúdo você tende a se distrair mais facilmente.

É por isso que o ciclo de estudo é tão bom. Na metodologia de ciclo de estudo você cria blocos de 1h a 2h30. Com o passar do tempo, a finalização desses blocos vai se tornar um desafio e você vai criar uma competição pessoal para ir finalizando o conteúdo.

Leia também: Como estudar para concurso público sozinho: teste 9 maneiras!

Resumindo, além de motivação a técnica ainda auxilia na produtividade do estudo.

10. Exercite-se regularmente

Quando você se concentra em estudar para um grande exame é comum ignorar o exercício físico.

Mas, na medida do possível, faça de 20 a 30 minutos de atividade física todos os dias.

O exercício regular é vital se você quiser estudar de maneira eficaz e permanecer motivado.

A atividade aeróbica, como nadar, correr ou caminhar, libera endorfina, um hormônio que promove bem-estar. Além disso, esses exercícios aumentam a oxigenação do cérebro, o que auxilia você a pensar e se concentrar melhor.

Pesquisas mostram ainda que curtos períodos de exercícios leves, imediatamente após o estudo, melhoram a recordação de novas informações.

11. Lembre-se de que isso não vai durar para sempre

Talvez essa seja a principal dica de como ter motivação para estudar para concurso.

A tarefa pode parecer uma maratona sem fim, mas não será eterna.

Lembre-se disso, especialmente nos dias em que você se sente sobrecarregado ou desmotivado.

Dizer a si mesmo que “isso não vai durar para sempre” permitirá que você se concentre na luz no fim do túnel.

12. Concentre-se no processo, não no resultado

Quando você está estudando, muitas vezes é difícil ver o fruto do seu trabalho, especialmente no começo.

É por isso que você deve se concentrar no processo, não no resultado.

Você concluiu a maioria das tarefas planejadas hoje? Parabenize-se.

Você cumpriu seus objetivos do dia? Mantenha seu foco.

Lembre-se, são hábitos que você está tentando formar.

Se você acertar o processo, os resultados acontecerão.

13. Livre-se das distrações

Isso pode parecer óbvio, mas é incrível como muitos concurseiros e estudantes, em geral, tentam estudar com um olho no livro e o outro olho no feed de mídia social.

É quase como se eles quisessem se distrair.

Relacione todas as distrações comuns que você enfrenta quando está estudando. Faça o seu melhor para eliminar cada uma delas. Por exemplo, você poderia:

  • desligar o seu acesso à Internet;
  • colocar o seu telefone no modo avião;
  • usar bom um aplicativo de estudo;
  • silenciar seus bate-papos em grupo.

Conclusão

As principais dicas de como ter motivação para estudar são:

  • organizar seu tempo e seu trabalho
  • saber usar sua mente com eficácia.

Como você viu, as dicas que sugerimos aqui não são difíceis de serem postas em prática, ao contrário, possuem um enorme potencial de te tornar um aluno bem-sucedido, que não procrastina.

Entretanto, não espere sentir-se motivado o tempo todo.

Estranhamente, uma das melhores maneiras de lidar com a falta de motivação é parar de esperar se sentir motivado o tempo todo.

O fato é que ninguém se sente motivado todos os dias. Portanto, não se cobre disso.

Às vezes a motivação simplesmente não estará lá. Seja realista.

É por isso que você precisa de um plano de estudo que vai organizar sua rotina e que, ao mesmo tempo, permita que você seja mais produtivo e eficiente.

Acima, indicamos o método do ciclo de estudo, agora voltamos a afirmar que se você quer saber como conseguir motivação para estudar, obterá muitos benefícios com essa consagrada metodologia. Para isso leia o artigo: Exemplo de plano de estudo: tradicional x ciclo de estudos”.

Para tornar o processo ainda mais simples e efetivo, você pode contar com o aplicativo EstudAqui. Ele faz todo esse trabalho pra você e cria o seu ciclo de estudos perfeito automaticamente.

  • Escolha a prova para a qual deseja estudar;
  • Com apenas 1 clique a tecnologia cria um ciclo de estudo personalizado e exclusivo para você, considerando as suas dificuldades e facilidades pessoais em cada matéria.

Gostou, não é mesmo? Então mãos na massa!

Acesse nossa plataforma e conheça mais sobre o EstudAqui.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *