Como se preparar para o concurso do senado federal

Como se preparar para o concurso do Senado: 8 passos até a aprovação

Com uma das maiores remunerações do Brasil (na data em que escrevemos esse artigo, remunerações de até R$ 27 mil para níveis médio e superior), o concurso do Senado é sem dúvida alguma um dos mais atrativos tanto para concurseiros experientes quanto para marinheiros de primeira viagem.

Entretanto, aviso que é também um dos concursos mais concorridos, por isso, seguir algumas dicas de como se preparar para o concurso do Senado Federal pode ser o diferencial para ser aprovado.

Se você quer aproveitar a oportunidade e faturar uma vaga, sugerimos que coloque as dicas abaixo em prática! Como você verá a seguir, a preparação deve começar o quanto antes.

Como se preparar para o concurso do Senado Federal aplicando 8 dicas

1. Comece antes do edital

Você deve criar uma rotina de estudos para concursos antes mesmo do edital ser lançado.

Uma média de dedicação diária de 3 horas (incluindo final de semana) já pode ser o suficiente para começar a aquecer os motores.

Esse período pré-edital é importante para você iniciar o estudo de disciplinas gerais que estiveram presentes nas provas passadas.

O processo de como se preparar para o concurso do Senado exige uma dedicação especial do concurseiro, pois, são provas que chamam muita atenção do público, por causa dos altos salários.

2. Aumente a dedicação quando o edital sair

Para quem deseja passar no concurso a publicação do edital é um sinal de sprint final, é a hora de dar o gás com tudo.

É importante criar uma rotina de estudos que seja personalizada para a sua situação.

Caso você tenha um trabalho, deverá aproveitar horários alternativos, e provavelmente irá diminuir as horas de sono (mas não exagere, 6 horas é em média o mínimo que você precisa para continuar rendendo).

O Ciclo de Estudos é um método atual e que está aprovando milhares de estudantes nas provas mais concorridas. Nos tópicos a seguir falaremos sobre ele.

Indicamos que você separe momentos para fazer exercício físico, pois eles ajudam na concentração e na armazenagem das informações.

3. Aproveite cada minuto de tempo

Essa dica é principalmente para quem precisa criar um plano de estudo para concurso mesmo trabalhando.

Você deve aproveitar, por exemplo, o caminho até seu local de trabalho. Use aulas em áudio para estudar as Leis e a Constituição. Se for de ônibus use fone de ouvido e no carro aproveite para colocar um volume mais alto.

Os áudios também podem ser ouvidos enquanto você estiver fazendo afazeres da casa, por exemplo.

Você pode fotografar os mapas mentais que construir (falaremos mais sobre eles, adiante) e aproveitar momentos como filas de banco, mercado e salas de espera para revisar os conteúdos.

4. Faça toneladas de exercícios

Além das aulas em vídeo que você pode assistir de graça no Youtube, a internet também facilita o acesso a milhões de exercícios. Para isso você deve acessar um dos sites que reúnem um amplo banco de questões. Esse não é o único, há muitos outros tão bons quanto ele.

Fazer as provas dos certames passados é uma ótima dica para memorizar os estudos para concurso e ainda aplicar o conhecimento teórico.

5. Crie Mapas Mentais

Os mapas mentais podem tornar seu estudo mais produtivo.

Nós já falamos sobre eles nos tópicos acima, mas sua importância exige que mais algumas linhas sejam dedicadas ao assunto.

Os mapas mentais são formas visuais de representação do conteúdo.

Sua característica visual, além de ajudar o cérebro a memorizar mais facilmente as informações, permite a construção de conexões entre temas. Isso cria uma rede de conhecimento. Ou seja, permite ligar um único assunto a diversos conceitos estudados.

Além disso, você pode usar aplicativos de mapas mentais para revisar as matérias já estudadas. Com eles, você pode acessar as matérias em qualquer hora e lugar, aproveitando cada momento de pausa no trabalho ou em atividades corriqueiras da vida pessoal.

Leia também: 13 aplicativos para organizar estudo e gerenciar seu tempo

A seguir, separamos um caso de sucesso de Fernando Mesquita, que passou no concurso público TRF1 apenas usando mapas mentais e questões de concursos passados. As dicas compartilhadas podem te ajudar a seguir em frente.

Ainda sobre mapas mentais, Walmar Andrade, aprovado no último concurso público do Senado, contou como usou essa ferramenta como parte da estratégia de estudo; “Foram mais de 100 mapas mentais desenhados para o concurso público do Senado (…) grande parte da matéria a ser estudada tratava de processo legislativo e fluxos de regras regimentais. Esse é o tipo de estudo que fica muito melhor em forma de mapa mental (sobretudo fluxogramas) do que em anotações em caderno”, afirmou.

6. Coach para concursos

Muita gente nos pergunta se “coach para concursos vale a pena”.

A verdade é que depende muito do seu perfil como concurseiro e da estratégia criada para seus estudos.

Uma dica de como se preparar para o concurso do Senado, entretanto, é buscar por um especialista em conteúdos muito específicos, como Regimento Interno e Processo Legislativo. Encontrar um profissional que já atua no Senado ou um professor que é focado nestes assuntos pode ser um diferencial, justamente pela especificidade do conteúdo.

7. Dedique-se ao Português

O português é o calcanhar de Aquiles para muitos concurseiros e também possui grande peso na prova de concurso do Senado Federal.

Na última prova, que teve banca da FGV, foram cobrados conhecimentos gramaticais raros. Então dedique-se bem a essa disciplina.

Pontuação está entre as principais questões do conteúdo de português.

Aproveitando este tópico, uma dica importante de como se preparar para concurso do Senado é que você conheça a banca responsável pelo certame. Estude o histórico da banca e o estilo na hora de formular questões.

8. Ciclo de estudos com rotação de matérias

Um dos melhores métodos de plano de estudos é o Ciclo de Estudos. Uma metodologia criada por Alexandre Meirelles e que já aprovou milhares de concurseiros no Brasil todo.

Walmar Andrade, aprovado no concurso do Senado, que já citamos acima, utilizou a metodologia e se deu bem.

A ideia do Ciclo de Estudo é criar blocos de matérias que tenham no mínimo meia hora de duração e no máximo 2h30. É importante que você intercale disciplinas teóricas com as de raciocínio lógico ou cálculo.

Dedique mais blocos do ciclo às matérias que você tem mais dificuldade e também às que caem mais na prova.

Ao encerrar um ciclo você deve, em regra, reiniciá-lo, sem precisar mudar as matérias, nem o número de horas dedicadas a elas.

Com o passar do tempo, você deve inserir outros conteúdos ainda não estudados, diminuir o tempo dedicado a algumas matérias e aumentar o número de blocos de outras. Mas a mudança no ciclo não é constante. Você fará isso apenas de tempos em tempos.

A aparência do ciclo é como a do exemplo a seguir.

 Como se preparar para o concurso do senado federal

 

Você também pode organizá-lo em formato de tabela.

Para aprender como montar um ciclo de estudo, sugerimos que leia o artigo;Como fazer um ciclo de estudos flexível e eficaz: 5 passos”.

Resumidamente, os 5 passos são:

  1. defina o tamanho do ciclo;
  2. analise cada disciplina de acordo com sua habilidade com o conteúdo;
  3. estabeleça a quantidade e tempo dos blocos;
  4. distribua os blocos de matéria no ciclo;
  5. revise o ciclo

Você pode aplicar o método de maneira ainda mais fácil utilizando o aplicativo EstudAqui. Ele faz todo esse trabalho pra você e é o único do mercado que cria o seu ciclo de estudos perfeito automaticamente.

Nosso sistema oferece a melhor forma de controle do estudo diariamente, e também as melhores estatísticas para entender o seu histórico.

Escolha a prova para a qual deseja estudar e nós te mostramos todas as matérias que são pedidas no edital. Com apenas 1 clique nossa tecnologia criará um ciclo de estudo personalizado e exclusivo para você, considerando as suas dificuldades e facilidades pessoais em cada matéria, além de considerar também as estatísticas do que mais caiu em provas passadas.

Acesse nossa plataforma e conheça mais sobre o EstudAqui. Faça seu tempo valer a pena!

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *