Como passar em um concurso público em 2021

Como passar em um concurso público em 2020?

O ano novo chegou e, com ele, aumentam as expectativas dos concursandos pela tão sonhada aprovação. Pensando nisso, eu preparei este artigo para te orientar sobre como passar em um concurso público em 2020.

Há diferenças de postura no estudo entre quem já se prepara para um edital aberto e para os concursados que aguardam ansiosamente uma notícia do concurso.

Assim sendo, com a minha vasta experiência no mundo dos concursos, vou elencar algumas dicas que vão te ensinar de vez como passar em um concurso público. Continue a leitura!

Você é daqueles que acha que o ano só começa depois do carnaval?

Existem dois tipos claros de pessoas: aquelas que começam o ano prontas para retomar os exercícios físicos, fazer dieta, estudar 8 horas líquidas por dia e mais.

Por outro lado, há aqueles que vão protelando, emendando o fim de ano com uma viagenzinha para a praia, com o carnaval e, só aí, começam a “cair na real”.

Dessa forma, associado à procrastinação, bate o desânimo ao ver os noticiários com péssimas notícias sobre os concursos, sobretudo com a austeridade do Ministro da Economia Paulo Guedes sobre a realização de novos certames federais.

De toda forma, seja lá qual for a sua postura, vou sugerir uma atitude essencial para quem deseja passar em um concurso público em 2020.

Um bom calendário é uma das respostas de como passar em um concurso público

Pegue um calendário trimestral, com foco no início de janeiro até as vésperas da Semana Santa, estipulando de 90 a 100 dias de estudo.

Prefira o modelo que tenha quadradinhos ou retângulos por dia em cada mês – você pode buscar um arquivo na internet e imprimir cada mês em uma folha.

Primeiramente, para definir a estimativa de horas de estudo por dia e, depois, por semana, mês e trimestre, trace seus compromissos diários para já subtrair essas horas.

Isso deve incluir consultas médicas, tempo dedicado aos filhos, aos exercícios físicos, ao trabalho e se você descansa aos sábados e aos domingos.

Depois disso, faça uma estimativa de quantas horas líquidas você consegue estudar a cada dia. 

Deve ser uma meta desafiadora – não tão alta que você não consiga cumprir, mas não tão baixa de forma que você acabe não dando conta do conteúdo.

Subtraindo os compromissos, é só somar o número de horas dedicadas aos estudos no período determinado e tenha o número de horas que você acredita que será capaz de estudar por trimestre.

A melhor alternativa para garantir o cumprimento das suas horas de estudo é estabelecer um ciclo de estudos.

Você sabia?

Os fundadores da Estudaqui foram aprovados nos melhores vestibulares (USP/FUVEST, UFSCAR, UNIFESP etc) e também nos melhores concursos do Brasil (Auditor Fiscal de SP, do MT, do ES etc). E o projeto da Estudaqui foi validado por eles em alguns dos melhores cursos de empreendedorismo do mundo (Stanford, UC Berkely e Draper University), no Vale do Silício, na Califórnia.

Conheça nossa história e o aplicativo de estudo da Estudaqui. E claro, continue lendo :).

O ciclo de estudos

Se você deseja saber como fazer um ciclo de estudos, leia o meu artigo Ciclo de estudos para concursos públicos | PARTE PRÁTICA

Quer um exemplo? Vamos supor que você definiu que irá estudar 300 HBCs até o final de março. 

Também vamos imaginar que você fez um ciclo de estudos de 20 horas de duração. Isso significa que, até o fim de março, você precisa dar 15 rodadas no seu ciclo.

Assim, se, no seu ciclo, você estuda 2 horas de português, ao final de 15 rodadas, no fim do trimestre, você terá estudado 30 horas de português. Faça essa estimativa por horas de cada disciplina!

Com a média de horas por disciplina por trimestre, você consegue dividir pela média de minutos/página e ter a ideia de quantas páginas irá estudar até o final do período definido.

Como passar em um concurso público em 2020? Cobre-se!

Não é que o preparo para os concursos públicos deva ser sua vida. É permitido, sim, ter um tempinho para tomar um chopinho, ver os amigos ou assistir à TV.

O problema é quando as escapadas do estudo são frequentes e essas recompensas são dadas após uma semana ou um dia de estudos “meia-boca”.

Aí está a importância em definir uma meta diária de estudos e, após cumpri-la, oferecer a si mesmo uma recompensa.

Pode ser uma hora de videogame, assistir a um ou dois episódios de uma série ou até mesmo comer um pedaço da sua sobremesa favorita.

No entanto, tudo o que você prometeu estudar deve ser cumprido à risca, garantindo assim a sua evolução no plano de estudos.

Além disso, só vale abdicar de estudar aos fins de semana caso você tenha uma semana extremamente empenhada com os estudos.

Lembrando que, principalmente para quem trabalha, sábados e domingos são dias ideais para começar matérias novas, pois a cabeça está mais fresca e há mais tempo para se dedicar.

Em suma, é importante ter consistência no estudo para concursos públicos. Logo, trate como um emprego, em que você não pode faltar e entrar e sair quando bem entender.

Importante: Dê continuidade aos trimestres

Finalizado o primeiro trimestre de estudos (janeiro, fevereiro e março), não se esqueça de definir o próximo trimestre!

Para saber melhor como organizar seus estudos por trimestre, leia o artigo “Metas de estudo para concurso: como defini-las da melhor maneira?”.

Não abandone as disciplinas que você tem dificuldade

Você não deve “varrer as sujeiras para debaixo do tapete”. Isso quer dizer que você não pode ignorar as disciplinas e assuntos que você apresenta mais dificuldade.

Se você apresenta dificuldades em disciplinas como Matemática e Estatística, por exemplo, enfrente-as. Portanto, nada de estudar apenas aquelas em que você é craque!

Isso porque – é óbvio – a prova não é feita apenas das disciplinas que você tem aptidão. E justamente as suas fraquezas que podem te reprovar por alguns pontinhos.

Dessa forma, diante das disciplinas que você tem dificuldade, procure ajuda, assista a aulas e dedique-se intensivamente.

Lembrando, sobretudo, que essa atenção deve ser redobrada para as disciplinas de Exatas, que, geralmente são aquelas em que os concurseiros frequentemente apresentam mais dificuldade.

Portanto, ao longo dos trimestres, diminua as horas do seu ciclo de estudos dedicada às disciplinas que você tem aptidão e aumente aquelas mais difíceis.

Lembrando que toda matéria é passível de ser aprendida! Não existe disciplina que é muito difícil, embora você tenha aptidão e preferências.

Dessa forma, cabe a você se esforçar e buscar suporte de aulas para alcançar o melhor desempenho possível e, consequentemente, a aprovação.

Para passar em um concurso público em 2020, suporte é fundamental!

Se você deseja ser aprovado em 2020, você também pode apostar em um suporte profissional completo, podendo tirar dúvidas em vários tópicos e dificuldades que você tem.

É verdade que as dificuldades do caminho da aprovação são enormes. Mas elas podem ser muito facilitadas quando você tem as ferramentas corretas ao seu alcance.

Saiba que você não precisa, e nem deveria, tentar fazer tudo sozinho, facilite a sua vida usando uma tecnologia como a do aplicativo Estudaqui.

Em poucos segundos o app monta seu ciclo de estudo perfeito personalizado, sem você precisar ter qualquer trabalho. E isso não é tudo! O Estudaqui ainda permite, automaticamente:

  • controlar o tempo de estudo de maneira simples e fácil;
  • acompanhar as porcentagens de acerto em qualquer celular ou tablet;
  • ver relatórios de conclusão de estudo e avanços do conteúdo;
  • rever o histórico de tudo o que foi estudado;
  • tomar ações para melhoria de desempenho com ajuda da melhor tecnologia de estudo do mercado.
  • Acesse o site e conheça mais sobre o Estudaqui: estudo de alto desempenho, simples e acessível a todos!

Fique à vontade para compartilhar o artigo nas redes sociais.

Um abraço, Thiago Magalhães.

Ver todos os artigos de Thiago Magalhães