Blog
Como aumentar a concentração - Conheça a técnica de especialista que vai te ajudar nessa

Como melhorar a concentração nos estudos: veja dicas imperdíveis!

Tem horas que tudo o que a gente precisa é estudar. Mas, ao mesmo tempo, é tudo o que a nossa cabeça menos deseja fazer. Até mesmo uma mosca voando parece mais interessante que o material de estudo. E aí, como melhorar a concentração que parece perdida?

A concentração é a capacidade do cérebro de selecionar determinadas informações do ambiente e ignorar aquilo que for descartável.

Hoje, principalmente na era dos smartphones, perder o foco é muito fácil, seja para quem se organiza para estudar em casa ou em outro ambiente. E sabemos que as distrações causam um enorme prejuízo de tempo e energia.

Isso porque a cada interrupção, demoramos cerca de 23 minutos para voltar à concentração anterior em nossa tarefa original, segundo uma especialista ouvida pelo Wall Street Journal.

Portanto, aprender técnicas de como melhorar a concentração é essencial para um estudo de qualidade e para que você dê conta de todo o conteúdo a tempo. Dessa forma, selecionamos algumas dicas importantes que você pode implementar na sua rotina de estudos. Vem com a gente!

Como melhorar a concentração com a técnica da hiperventilação

Para melhor ilustrar os exemplos dados neste artigo, convidamos o Victor Ribeiro, mentor de concursos, aprovado no TCU, para dar dicas de como melhorar a concentração nos estudos. Vejamos o que ele tem a dizer:

“Eu nunca fui o cara que mais estudava, o que mais aprendia ou o que tinha o melhor planejamento, mas eu sempre pesquisei quais são as funções da aprendizagem e como melhorar cada uma delas”, expõe Victor.

Primeiramente, saiba que uma das funções da aprendizagem é a concentração, que envolve técnicas que podem melhorar – e muito – a sua relação com o tempo de estudo.

A primeira e talvez a mais valiosa das técnicas que te ensinam como melhorar a concentração nos estudos é a técnica da hiperventilação, como aponta Ribeiro.

“Você pode usar em cada sessão de estudos, no dia da prova, quando estiver nervoso ou quando você quiser!”, garante Victor.

Estima-se que a técnica da hiperventilação aumenta de 20% a 25% a sua capacidade de:

  • absorver informação;
  • reter conhecimento;
  • direcionar o seu foco.

Portanto, para começar a aplicar a técnica, você deve se inspirar bem forte pelo nariz, enchendo ao máximo o diafragma de ar.

Depois, é hora de soltar todo o ar bem forte pela boca, até esvaziar completamente os pulmões e sentir a musculatura do seu abdômen puxando. De uma vez só, tá bem?

Repita o passo a passo ininterruptamente por 30 segundos. É importante cumprir todo o tempo repetindo a técnica em sequência.

O maior combustível do pensamento é o oxigênio

Eu, Alexandre, aprendi a técnica com Victor e te garanto: Você se sente mais disposto ao final do exercício respiratório e a tendência de concentração melhora muito!

Isso porque a partir da hiperventilação seu corpo adquire um nível de atividade mais potencializado, com muito mais energia para se dedicar às atividades propostas.

“Ao fazer a hiperventilação, você joga para dentro da sua corrente sanguínea uma quantidade maior de ar – é como se fosse um alongamento pulmonar”, explica Victor. Assim sendo, a sua capacidade de pensar e raciocinar melhor é potencializada.

E quando eu uso a técnica da hiperventilação?

Tão importante quanto praticar a técnica de ventilação como método de como aumentar a concentração nos estudos, é saber usá-la nos momentos certos.

Dessa forma, Victor indica os períodos do dia ideais para parar e trabalhar a sua respiração:

  • antes do início de uma sessão de estudos;
  • no meio de uma sessão de estudos, quando sentir que o rendimento caiu.

“Essa foi a principal técnica de concentração que eu utilizei para alcançar a minha aprovação no TCU”, recomenda Victor. “Eu trabalhava oito horas por dia e, mesmo cansado, estudava muito mais com a hiperventilação”, completa.

Você sabia?

Os fundadores da Estudaqui foram aprovados nos melhores vestibulares (USP/FUVEST, UFSCAR, UNIFESP etc) e também nos melhores concursos do Brasil (Auditor Fiscal de SP, do MT, do ES etc). E o projeto da Estudaqui foi validado por eles em alguns dos melhores cursos de empreendedorismo do mundo (Stanford, UC Berkely e Draper University), no Vale do Silício, na Califórnia.

Conheça nossa história e o aplicativo de estudo da Estudaqui, e também continue lendo :).

Outras técnicas sobre como melhorar a concentração

Além da dica de ouro do Victor Ribeiro, há outras estratégias e comportamentos que aumentam seu foco. Confira!

1. Muito sono? Um cochilo pode ajudar

A importância do sono para os estudos é singular, mas negligenciada. Dormir um pouco pode ser o melhor remédio para o bloqueio resultante do cansaço!

Assim sendo, experimente fazer uma sesta, ou seja, repousar após o almoço por 30 minutos. Se você for estudar durante a tarde, é possível que seu desempenho seja amplificado.

Por fim, não só o sono, mas todo o tempo livre de lazer deve ser valorizado. Organize um plano de estudo adequado para que você consiga conciliar os estudos com a diversão da melhor forma possível. Afinal, qualidade de vida e saúde mental também são fundamentais tanto para sua felicidade, quanto para rendimento nos estudos.

2. Seja ativo no seu aprendizado

Ler o conteúdo ou assistir a videoaulas nem sempre é muito motivante, nem o melhor método para melhorar o foco nos estudos! Portanto, a solução é ser ativo, isto é, testar os seus conhecimentos sempre. Para isso algumas dicas podem ser bastante úteis:

3. Extermine as distrações

Se você deseja realmente aprender como melhorar o foco nos estudos, uma das primeiras coisas a fazer é se afastar de vez das distrações, como o seu smartphone, computador, televisão e pessoas à sua volta.

Isso irá evitar que, diante daquela disciplina complicada, você recorra às redes sociais e seus programas favoritos.

Técnicas como o método pomodoro ou o ciclo de estudos podem ser um suporte e tanto de como aumentar a concentração nos estudos. Alguns aplicativos de estudos a implementar esses métodos no seu dia a dia.

4. Defina recompensas

Que tal definir uma meta diária de estudos e, após cumpri-la, oferecer a si mesmo uma recompensa?

Pode ser qualquer coisa que te faça feliz, como:

  • uma hora de videogame;
  • assistir a um ou dois episódios de uma série;
  • comer um pedaço da sua sobremesa favorita.

Uma das premissas para quem deseja passar em concursos públicos é saber gerenciar seu tempo e seu ambiente de estudo, pois ambos estão diretamente relacionados a técnicas de como melhorar a concentração.

Como melhorar a concentração? Faça um acompanhamento!

Quando estamos tentando adquirir um novo hábito ou uma nova rotina de estudos para aumentar a concentração, é normal nos esquecermos dele em alguns dias.

No entanto, se você quer mudar de postura de verdade e ser o concurseiro mais focado que você conhece, saiba que você não precisa, e nem deveria, tentar fazer tudo sozinho. Portanto, facilite a sua vida usando uma tecnologia como a do aplicativo Estudaqui.

Em poucos segundos o app monta seu ciclo de estudo perfeito personalizado, sem você precisar ter qualquer trabalho. E isso não é tudo! O Estudaqui ainda permite, automaticamente:

  • controlar o tempo de estudo de maneira simples e fácil;
  • acompanhar as porcentagens de acerto em qualquer celular ou tablet;
  • ver relatórios de conclusão de estudo e avanços do conteúdo;
  • rever o histórico de tudo o que foi estudado;
  • tomar ações para melhoria de desempenho com ajuda da melhor tecnologia de estudo do mercado.
  • Acesse o site e conheça mais sobre o Estudaqui: estudo de alto desempenho, simples e acessível a todos!

Fique à vontade para compartilhar o artigo nas redes sociais.

Um abraço, Alexandre Meirelles.

Ver todos os artigos de Alexandre Meirelles.