Como resolver provas em menos tempo

Como resolver provas em menos tempo? Seja amigo do relógio!

Um grande desafio dos estudantes é resolver provas em menos tempo. Quem nunca deixou de garantir a aprovação por poucos pontos? Nesses casos, muitas vezes, uma questão mais bem resolvida e pensada poderia te garantir resultados mais favoráveis.

Esse desafio ocorre em provas de concurso público, vestibular, Enem, OAB, carreiras militares, residência médica, e muitas outras provas concorridas.

Isso quer dizer que, quanto mais bem aproveitado é o tempo de prova, mais você terá melhor desempenho nas questões e maior chance de ter respostas assertivas. Dessa forma, sua competitividade aumenta, assim como a sua chance de ser aprovado.

No entanto, muitas vezes ficamos “agarrados” em questões difíceis e descuidamos do relógio. Em outros casos, perdemos o equilíbrio emocional diante de “brancos” e, enquanto isso, o tempo corre. Sem contar, também, os estudantes que perdem tempo demais com idas ao banheiro.

Dessa forma, tão importante quanto um estudo de qualidade, é saber lidar com o relógio e aprender resolver provas em menos tempo, garantindo que você responda a tudo o que foi proposto.

Pensando nisso, separei alguns conselhos que vão te ajudar a resolver provas em menos tempo. Continue a leitura!

Para facilitar seu aprendizado, colocaremos primeiro uma listagem das dicas de como resolver provas em menos tempo, e depois colocaremos os detalhes de cada dica no restante do artigo.

Como resolver provas em menos tempo

  • Simule a prova e treine em casa;
  • Deixe as questões de interpretação de texto por último;
  • Treine contas para resolver provas em menos tempo;
  • Não se prolongue em questões em que você está com dificuldade;
  • Não se faz uma questão de Exatas sem olhar as alternativas;
  • Tente simplificar seus cálculos;
  • Beba água durante a prova;
  • Não cisme e tente resolver questões por “honra”.

Agora sim, vamos te mostar os detalhes de cada uma das dicas. Siga lendo :).

Como resolver provas em menos tempo – dicas detalhadas

1. Simule a prova e treine em casa

A primeira dica pode parecer óbvia, mas só com muito treinamento você conseguirá resolver provas em menos tempo.

Isso envolve fazer simulados. Não quer dizer que, necessariamente, você deve fazer simulados pagos, de cursos. Você pode formular um simulado próprio.

O importante é reunir o número de questões de acordo com o escopo da prova – por exemplo – 20 de Português, 10 de Exatas, 10 de Direito de Constitucional etc.

Assim sendo, monte um pacote que reproduza o modelo da prova e reserve um espaço do seu dia para resolvê-la. Cronometre o horário da prova – 4h, 5h, 6h.

Lembre que, mesmo nos simulados, você deve reservar a meia hora final do prazo para marcar o gabarito.

Sendo assim, se sua prova simulada tem duração de 4h, considere 3h e meia para resolução e a outra meia-hora para marcação do cartão de respostas.

Vale também ressaltar que você deve, aos poucos, conseguir deixar mais margens no tempo.

Isso porque, ao resolver uma prova em casa, você está mais tranquilo, confortável e sem toda a pressão do dia da prova que, com certeza, poderá te roubar bons minutinhos.

2. Deixe as questões de interpretação de texto por último

Outra recomendação para resolver provas em menos tempo é deixar questões com textos muito longos por último.

Isso envolve, primordialmente, questões de Português, em que você deve ler grandes enunciados, interpretá-los para, aí sim, encontrar as respostas certas.

É importante lembrar que, na maioria das vezes, as bancas também costumam colocar as questões mais extensas primeiro.

Dessa forma, se ainda assim você optar por começar pela disciplina de Português, resolva primeiro as últimas questões deste bloco.

O mesmo conselho vale também para provas de Exatas e Contabilidade. Você deve verificar se as questões mais complexas não estão no início. Se sim, prefira fazer as mais rápidas primeiro.

Isso porque se, logo de cara, você ficar agarrado em questões longas ou muito complexas, você corre o risco de:

  • gastar tempo demais nelas e perder o tempo para o resto da prova;
  • se desgastar demais na resolução dessa questão e, na hora de resolver as mais fáceis, nem mesmo conseguir respondê-las;
  • perder seu equilíbrio emocional na prova por não conseguir respondê-las.

Assim sendo, resolvendo as menores e mais fáceis primeiro, você já as garante e não corre o risco de errá-las por cansaço, por falta de tempo ou por estar emocionado.

Você sabia?

Os fundadores da Estudaqui foram aprovados nos melhores vestibulares (USP/FUVEST, UFSCAR, UNIFESP etc) e também nos melhores concursos do Brasil (Auditor Fiscal de SP, do MT, do ES etc). E o projeto da Estudaqui foi validado por eles em alguns dos melhores cursos de empreendedorismo do mundo (Stanford, UC Berkely e Draper University), no Vale do Silício, na Califórnia.

Conheça nossa história e o aplicativo de estudo da Estudaqui. E claro, continue lendo :).

3. Treine contas para resolver provas em menos tempo

Essa é uma dica fundamental principalmente para concurseiros da área Fiscal, contadores e estudantes prestando vestibular ou enem para cursos de exatas: esteja com a matemática afiada.

Você deve se tornar um “viciado” em fazer cálculo. Isso significa treinar até ficar craque e parar de se enrolar com bobagens, como qualquer conta que envolva vírgulas.

Não estou dizendo que você deve ser um gênio, mas treine contas de vez em quando, de forma a se tornar mais ágil.

Uma boa dica é treinar contas inventadas em qualquer lugar: aguardando na fila do banco, no ônibus, no intervalo do trabalho e mais.

Em suma, saber fazer contas com rapidez pode ser o diferencial para resolver uma questão e garantir os pontos que farão diferença para a sua aprovação.

4. Não se prolongue em questões em que você está com dificuldade

Um erro clássico de todo candidato é: começar a resolver uma questão, ter dificuldades, se embolar e ainda ficar persistindo.

Nesses casos, se você perceber que apresentou muita dificuldade e ficou “agarrado”, fuja. Passe para a próxima questão.

Ou seja, se a conta estiver embolada ou deu branco na hora, pule. Há outras questões para você fazer que são mais rápidas.

5. Não se faz uma questão de Exatas sem olhar as alternativas

Outra sugestão valiosa é, antes de resolver uma questão de Exatas, analisar as alternativas.

Verifique quais respostas estão mais próximas uma das outras. Isso pode te dar uma ideia, por exemplo, de quantas casas decimais terá sua resposta certa. As alternativas também te dão um insight se a resposta deverá ser arredondada, se a resposta for com vírgulas e mais.

Por exemplo, se as respostas são 11,3, 11,4 e 11,15, obviamente uma casa decimal importa. Mas, se as respostas disponíveis são 11, 13 e 15, a casa decimal pode ser dispensada, eventualmente.

6. Tente simplificar seus cálculos

Na prova de matemática, para que fazer uma adição, uma divisão ou uma multiplicação se há outra alternativa de cálculo que é mais rápida e direta?

Isso serve, também, para cálculos rápidos – para que parar para calcular 11 x 4, por exemplo? Você pode, muito bem, pular essas etapas simples com cálculos mentais.

7. Beba água durante a prova

É muito importante que você se hidrate durante a prova – por isso, não se esqueça da garrafinha de água.

Para se ter uma ideia, um estudo feito pelas Universidades de East London e Westminster concluiu que estudantes que beberam água durante provas tiraram notas cerca de 5% melhores do que aqueles que não beberam, informou o site da BBC.

Isso não quer dizer que você deve tomar 500 ml de uma só vez, ficar com muita vontade de fazer xixi e, assim, perder tempo com várias idas ao banheiro.

Mas, com moderação, a água em pequenos goles de certa forma deixa seu cérebro mais ativo e é uma excelente pausa para respirar e recuperar a energia.

8. Não cisme e tente resolver questões por “honra”

Não tente resolver a todo custo uma questão que você não está conseguindo apenas porque você se sente “autoridade” no assunto ou é dedicado demais a disciplina.

Como assim, Alex? Eu, por exemplo, fiz especialização e mestrado em Estatística. Mesmo assim, eu não ficava agarrado em uma questão de Estatística que não conseguia resolver rapidamente apenas para honrar minha formação.

Dessa forma, meu conselho é que você seja humilde, aceite os obstáculos e, assim sendo, prossiga para as próximas questões.

Não é porque você estudou para caramba um assunto que você tem a obrigação de acertar todas as questões dele. Sua missão é, apenas, encontrar um meio de ver seu nome publicado no Diário Oficial da União.

Em suma, essas são 8 dicas valiosas para que você passe a resolver provas em menos tempo.

O caminho da aprovação é repleto de grandes desafios, mas você pode deixá-los muito mais fáceis se você estuda da maneira correta.

Saiba que você não precisa, e nem deveria, tentar fazer tudo sozinho, facilite a sua vida usando uma tecnologia como a do aplicativo Estudaqui.

Em poucos segundos o app monta seu ciclo de estudo perfeito personalizado, sem você precisar ter qualquer trabalho. E isso não é tudo! O Estudaqui ainda permite, automaticamente:

  • controlar o tempo de estudo de maneira simples e fácil;
  • acompanhar as porcentagens de acerto em qualquer celular ou tablet;
  • ver relatórios de conclusão de estudo e avanços do conteúdo;
  • rever o histórico de tudo o que foi estudado;
  • tomar ações para melhoria de desempenho com ajuda da melhor tecnologia de estudo do mercado.
  • Acesse o site e conheça mais sobre o Estudaqui: estudo de alto desempenho, simples e acessível a todos!

Fique à vontade para compartilhar o artigo nas redes sociais.

Um abraço, Tiago Ribeiro Neves.

Ver todos os artigos de Tiago Ribeiro Neves