Matemática básica - aprenda como estudar a matéria

Matemática básica para concurso: aprenda como estudar a matéria

Matemática é uma das matérias que mais assusta os concurseiros quando aparece em um edital. Afinal, é a disciplina mais temida desde os primeiros anos da escola. No entanto, muitos nem sabem o que pode ser considerado matemática básica para concurso.

Por isso, no texto de hoje,trataremos de como se preparar para a prova de matemática, quais tópicos estudar mais e como você pode dominar a matemática básica para concurso com muito estudo e prática. Confira nossas dicas!

O que é a matemática básica para concurso?

A primeira dúvida a ser tirada sobre esse assunto é o que exatamente os editais querem dizer com “matemática básica para concurso”. Podemos considerar matemática básica como aquilo que é ensinado nos ensinos Fundamental e Médio, ou seja, do sexto ano até o último ano do Ensino Médio.

Por isso, quem quer prestar um concurso público que exija matemática básica pode sair na frente se já tiver completado o Ensino Médio. Assim, você precisa apenas revisar matérias que já aprendeu.

Porém, às vezes, o que aprendemos na escola é ensinado de modo raso ou pode fazer muito tempo desde que terminamos o Ensino Médio e todas essas matérias foram esquecidas.

Por isso, saber como montar um bom plano de estudo para matemática básica para concurso é essencial. Com ele, você estuda de forma eficiente para alcançar os resultados desejados.

Plano de estudo de matemática básica para concurso

Matemática básica - aprenda como estudar a matéria 1

Para saber como montar seu plano de estudo, você deve, primeiro, saber quais são os tópicos mais frequentes sobre matemática básica que caem nas provas.

É importante lembrar que esses tópicos podem mudar dependendo do cargo ao qual você vai concorrer, porque cada profissão exige alguns conhecimentos especializados.

No entanto, esses são os assuntos de matemática básica para concurso mais recorrentes e com maior probabilidade de cair em uma prova:

Tópicos do Ensino Fundamental

Estes assuntos comuns em provas de matemática básica para concurso são ensinados no Ensino Fundamental — do sexto ao nono ano.

  • Sistema métrico decimal;
  • Razão;
  • Proporção;
  • Divisão proporcional;
  • Regra de três simples e composta;
  • Porcentagem;
  • Equações de 1 º e 2 º grau;
  • Produtos notáveis;
  • Fatoração algébrica;
  • Área de figuras planas;

Tópicos do Ensino Médio

Os tópicos abaixo são ensinados nos três anos correspondentes ao Ensino Médio e também fazem parte da matemática básica para concurso.

  • Progressão aritmética e geométrica;
  • Noção de função;
  • Juros simples e compostos;
  • Probabilidade;
  • Análise combinatória;
  • Matrizes e determinantes.

Porém, de nada adianta saber todos esses conteúdos se você não domina os tópicos primordiais da matemática – aqueles que nos são ensinados bem no começo da vida escolar, no sexto ano do Fundamental (que, antigamente, era chamado de quinta série).

Se você não sabe por onde começar a estudar para a matemática básica para concurso, comece revisando esses assuntos básicos. Assim, quando chegar aos tópicos mais específicos, você vai ter toda a fundação necessária para desenvolver seus conhecimentos.

Abaixo, listamos quais são os tópicos básicos da matemática para concurso que você deve colocar em seu plano de estudos:

  • Operações básicas: soma, subtração, multiplicação, divisão, potenciação, radiciação, expressões numéricas;
  • Interpretação de problemas matemáticos que envolvam as operações básicas;
  • Divisibilidade;
  • Números primos;
  • Fatoração completa;
  • MDC (Máximo Divisor Comum) e MMC (Mínimo Múltiplo Comum);
  • Frações (frações equivalentes, operações básicas com frações, expressões com frações, problemas envolvendo frações etc.);
  • Números decimais e operações;
  • Sistema métrico decimal.

Revisando esses tópicos, você cria uma base sólida para estudar os assuntos mais comuns em concursos públicos e ainda resolve algumas questões com mais facilidade.

Além disso, você deve resolver qualquer conta na ponta do lápis – o que é ainda uma preocupação muito grande entre diversos concurseiros que estão acostumados a usar calculadora.

Você sabia?

Os fundadores da Estudaqui foram aprovados nos melhores vestibulares (USP/FUVEST, UFSCAR, UNIFESP etc) e também nos melhores concursos do Brasil (Auditor Fiscal de SP, do MT, do ES etc). E o projeto da Estudaqui foi validado por eles em alguns dos melhores cursos de empreendedorismo do mundo (Stanford, UC Berkely e Draper University), no Vale do Silício, na Califórnia.

Conheça nossa história e o aplicativo de estudo da Estudaqui. E claro, continue lendo :).

Dicas para estudar matemática básica para concurso

Matemática básica - aprenda como estudar a matéria 2

Os exercícios de matemática básica para concurso nem sempre estão divididos em tópicos.

Por isso, procure estudar primeiro os exercícios que envolvem lógica.

Matemática é uma matéria difícil para muitas pessoas. Sendo assim, é importante esclarecer dois tópicos que vão facilitar seu entendimento da disciplina e aumentar a eficiência dos seus estudos.

#1) Os tópicos nem sempre estão separados

Na matemática básica para concurso, muitos tópicos são embasados em outros. Por exemplo, mesmo que logaritmos não esteja na lista de assuntos mais comuns em concursos, você precisa entender um pouco de logaritmos para aprender juros compostos.

Por isso, tenha em mente que talvez você precise estudar muito mais do que está previsto nessa lista.

E quando encontrar algum assunto que você não consegue entender de jeito nenhum, pesquise e descubra se você não precisa aprender alguma outra matéria antes. É bem possível que isso esteja o impedindo de avançar!

#2) Raciocínio lógico vai além dos tópicos

Você já deve ter visto em editais ou alguém comentado que o raciocínio lógico é o mais cobrado em provas na parte de matemática básica para concurso público.

Mas por que, então, ele não está na lista de tópicos mais comuns? É porque raciocínio lógico não é exatamente um tópico.

Salientamos que, mesmo que não caia expressamente o conteúdo de matemática básica em seu edital, vários dos seus tópicos são necessários para que você entenda Raciocínio Lógico, esta sim uma disciplina muito mais presente em editais.

Dicas gerais de matemática básica para concurso

  • Mesmo que você esteja fazendo um cursinho preparatório que tenha um bom programa de estudo de matemática básica para concurso, seu guia sempre deve ser o edital. Se o edital do próximo concurso ainda não tiver sido lançado, procure pelos editais de concursos passados para se basear;
  • Por falar em cursinho, se você não tiver uma boa base em matemática, fazer um curso é essencial, quase sempre mais do que para as outras disciplinas;
  • Aprender pode ser um processo lento que exige muita paciência e tempo. Não tente fazer tudo de última hora e comece a se planejar com antecedência, sem correrias. Quanto mais tempo você tiver para estudar e quanto maior for sua consistência, melhor;
  • Enquanto algumas matérias podem ser estudadas apenas com livros e marca-textos – ainda que isso não seja o mais recomendado –, a matemática precisa de exercícios de fixação constantes. Sem eles, você nunca vai ter certeza de que está aprendendo! Por isso, inclua muitos exercícios nos seu ciclo de estudo;
  • Matemática básica para concurso pode ser uma matéria bastante exaustiva para a cabeça. Por isso, não tente passar o dia inteiro em cima dela. Alterne os estudos de matemática com alguma matéria que seja mais leve para você não terminar o dia com aquela sensação de exaustão;
  • Não use calculadora enquanto estiver estudando. Você não vai poder usá-la na prova! Estude bastante as operações básicas e resolva tudo o que puder na ponta do lápis. Se quiser usar a calculadora, que seja apenas para conferir as respostas dos seus cálculos;
  • Organização é a chave para todo tipo de aprendizado. Não comece a estudar matemática de modo aleatório, escolhendo por cima o que vai ser estudado. Planeje seus estudos e siga esse plano todos os dias. Comece com as matérias básicas que apresentamos aqui e adicione o que estiver presente nos editais;
  • Se matemática não for sua matéria preferida, ou você não tiver muita facilidade com ela, não se desespere: mesmo que seja difícil, nada é impossível de aprender. Continue estudando com frequência e não pense que matemática básica para concurso é só para gênios;
  • Em 2019, Alexandre Meirelles publicou um livro de Matemática Básica juntamente com o Alex Lira. O livro contém todo este conteúdo de forma muito bem explicada, com quase 1.000 questões comentadas. Fica a dica!

Organização é a chave para um bom aprendizado

Existem muitos mitos que envolvem a matemática. A percepção de que ela é a matéria mais difícil do mundo é o que mais atrapalha os concurseiros. 

Encare a matemática básica para concurso como todas as outras matérias: algo que você vai estudar e aprender no seu tempo e no seu ritmo.

Como falamos acima, estudar de maneira aleatória não contribui para um bom aprendizado. Por isso, sempre aconselhamos os concursando a usarem ferramentas que ajudam a organizar os estudos.

Você gostaria de aplicar facilmente todas essas dicas para estudar matemática e outras disciplinas de maneira eficaz para um concurso? Isso é possível, com ajuda da tecnologia!

Todas essas dicas funcionam em conjunto com todas as funcionalidades que o aplicativo Estudaqui disponibiliza para seus usuários. 

Com ele você seleciona a prova que você irá fazer e o aplicativo organiza toda a sua rotina dentro do modelo de ciclo de estudos, considerando a sua facilidade PESSOAL em cada disciplina.

O plano de estudos criado é eficiente, personalizado e atende às suas necessidades. Com ele você sabe como, quando e o que estudar. 

O Estudaqui também possui a funcionalidade de controle para que você possa ver o quanto já avançou em seus blocos de estudo e o quanto falta para terminar um ciclo. 

Além de tudo isso, há estatísticas e métricas especialmente pensadas para que você consiga melhorar o seu estudo diariamente e consiga a aprovação no menor tempo possível!

Acesse o site e conheça mais sobre o Estudaqui. Você pode economizar muito tempo e otimizar seus horários de estudo.

Um abraço, Tiago Ribeiro Neves.

Ver todos os artigos de Tiago Ribeiro Neves