Como ter tempo para estudar - 5 cuidados na rotina

Como ter tempo para estudar: 5 cuidados na rotina

Quer descobrir como ter tempo para estudar? Então você está no artigo certo:).

Todo mundo sabe que não dá para fazer uma prova concorrida sem estudar bastante, seja um concurso público, vestibular, Enem, OAB, carreiras militares, residência médica etc. Por isso, para quem trabalha ou faz faculdade, mas quer prestar uma prova concorrida, o maior desafio é o tempo. Afinal, como ter tempo para estudar?

Ter mais tempo para se dedicar aos livros não significa que você deve abrir mão só dos finais de semana e feriados.

Muitas vezes, nossa rotina esconde doses de procrastinação que roubam um tempo valioso, que poderia ser usado para o aprendizado.

Além disso, você pode até ter algumas horinhas no fim do dia, por exemplo, mas se trabalha o dia inteiro, pode ser que o cansaço bata forte nessas horas.

De fato, saber como resolver o problema da falta de tempo para estudar é importante e, principalmente, que esse seja um período de qualidade.

Pensando nisso, reunimos alguns conselhos para otimizar a sua rotina e te ensinar como ter tempo para estudar. Confira!

Ter tempo para estudar inclui definir prioridades

A procrastinação – a mania de adiar uma ação ou uma tarefa, de “deixar para amanhã” – é um problema comum, que afeta especialmente pessoas que estudam. É o bom e velho “amanhã eu faço”, “daqui a pouco eu começo”.

Se você é do time dos procrastinadores, esses tipos de pensamento devem ser constantes na sua cabeça e você não consegue estudar, certo?

De acordo com Daphna Oyserman, professora de Psicologia e pesquisadora da Universidade do Sul da Califórnia, “as pessoas assumem que devem dar conta do presente e que seu eu do futuro pode lidar com o que está por vir. Esta regra aparentemente plausível pode desviar as pessoas, em parte porque alguns eventos futuros exigem ação atual”.

Se aplicarmos a visão da psicóloga ao mundo do estudo, é possível afirmar que a procrastinação é a inimiga da aprovação. Isso porque passar em um concurso, ou em outra prova concorrida, é um evento futuro que exige uma ação atual.

Dessa forma, costumo afirmar que, na maioria das vezes, conseguir mais tempo para estudar é questão de definir prioridades.

Se você passa muito tempo vendo Netflix ou rolando o feed do Instagram, talvez seja a hora de rever suas prioridades!

Verifique até onde você pode cortar certas escolhas

Se você escolheu ser concurseiro, vestibulando, residente médico, advogado etc, seu principal afazer é estudar. Não estou dizendo que estudantes não possuem outros compromissos – precisamos muitas vezes trabalhar, cuidar dos filhos, dos pais e muito mais.

No entanto, avalie qual lazer cotidiano pode ser cortado e certifique-se de separar um tempo exclusivo para descanso e relaxamento.

Além disso, é importante ressaltar que o período de preparação para concursos ou para qualquer prova que exija muito estudo é, naturalmente, de renúncias.

Você irá faltar encontros com seus amigos. Talvez não poderá ir no aniversário daquela sua tia durante a semana. O tempo com os filhos será mais fracionado.

No entanto, lembre-se de que se trata de uma fase passageira e, em breve, você terá sua rotina desejada de volta – acompanhada de uma bela estabilidade.

Em suma, você terá que reduzir alguns compromissos e hábitos, a fim de garantir que a sua prioridade seja passar na prova.

Talvez seja hora de reduzir as visitas, os almoços prolongados com alguns amigos nos dias de semana e mais.

Se você é pai ou mãe, deve pedir suporte ao seu cônjuge, para que seja capaz de suprir suas ausências. Para isso, vale a leitura de outro artigo que escrevemos, explicando como conciliar paternidade e estudo.

Você sabia?

Os fundadores da Estudaqui foram aprovados nos melhores vestibulares (USP/FUVEST, UFSCAR, UNIFESP etc) e também nos melhores concursos do Brasil (Auditor Fiscal de SP, do MT, do ES etc). E o projeto da Estudaqui foi validado por eles em alguns dos melhores cursos de empreendedorismo do mundo (Stanford, UC Berkely e Draper University), no Vale do Silício, na Califórnia.

Conheça nossa história e o aplicativo de estudo da Estudaqui. E claro, continue lendo :).

Como ter tempo para estudar: 5 cuidados para ajustar a rotina

A partir do momento que você escolhe prestar um concurso público, vestibular, Enem, OAB, carreiras militares, residência médica etc, é necessário deixar as desculpas para não estudar de lado e ter objetivos claros e se dedicar ininterruptamente até alcançá-los.

Não existe “meio estudante”, ou seja, aquela pessoa que deseja passar, mas estuda apenas eventualmente.

Estudar em alta performance é uma postura que deve ser internalizada e refletida em estudo constante!

No entanto, pode ser que tenha aqueles dias que, realmente, você “não aguenta mais”. Mas, meu amigo, sinto dizer que: você deve se esforçar para fazer sempre mais.

Se, a princípio, estudar cinco horas diárias é seu limite, tente, no outro dia, estudar cinco horas e meia. Depois, seis. E assim, sucessivamente.

Por exemplo, se você trabalha e só consegue estudar três horas diárias, tente estudar três horas e meia. Com 30 minutos a mais por dia, em um ano você conquista 180 horas de estudo a mais!

Se você percebe que manter uma rotina de estudos realmente não é a sua praia, pare de se enganar, meu amigo.

Deixe de gastar dinheiro com materiais de estudo e criar expectativas na sua família sobre a aprovação em um cargo público. Procure a carreira que te faça feliz, seja na iniciativa privada ou empreendendo.

Bom, mas se você está firme no seu objetivo e deseja contornar os obstáculos para ter tempo para estudar, aqui estão alguns cuidados importantes:

#1. TV para estudante é prêmio

Uma das principais vilãs dos estudos é a televisão. Se você está acostumado a acompanhar toda a programação de um determinado canal, é hora de rever esse hábito.

É claro que, após um dia inteiro de estudos, você precisa relaxar. Portanto, se após um dia cheio de estudos você precisa se distrair, assista a algo como prêmio.

Devemos ter cuidado, entretanto, com programas que geram compromisso de horário – como novelas e futebol. Só um capítulo ou partida te tomam muito tempo.

É claro que, por exemplo, após um dia de estudos intenso, você merece assistir à novela. Mas, e naqueles dias que você não deu conta de estudar? A novela será transmitida do mesmo jeito e nós sabemos que você dificilmente irá resistir.

Se você é apaixonado por futebol, prefira assistir aos jogos do seu time! Nada de perder tempo secando jogos do adversário, vendo comentários e mais.

Além disso, os noticiários também podem te tomar muito tempo – e, sinceramente, não é o Jornal Nacional que irá te preparar para uma prova de Atualidades! (Aproveitando, se você quer saber como estudar atualidades para concursos, leia este artigo aqui).

#2. Horas de sono também podem ser reduzidas

Eu sei que a vida toda você ouviu que dormir 8 horas por noite é o ideal para manter um alto índice de produtividade.

Mas tente aos poucos reduzir suas horas de sono. Se você vive para estudar – sem trabalho ou filhos –, acredito que 7 horas sejam suficientes.

Infelizmente, se precisa conciliar seu tempo com trabalho, casa e filhos, talvez seja necessário dormir um pouco menos.

Vale ressaltar, ainda, que é necessário abdicar de boa parte dos fins de semana. 

Principalmente se você trabalha, sábado e domingo são dias ideais para estudar com mais tranquilidade e começar matérias novas. Não digo que precisa estudar sábado e domingo o dia todo, mas pelo menos parte desses dias, com certeza sim.

#3. Celular é o pior inimigo do seu rendimento

Celular, mesmo sem notificações, é um dos grandes vilões dos estudos. Mesmo no silencioso ou no vibra call, ele é capaz de sinalizar notificações ou te deixar tentado a conferir.

Sendo assim, evite estudar grudado ao seu smartphone. Mantenha-o distante e peça que, em caso de emergência, as pessoas liguem para o seu telefone fixo.

Eu sei que hoje poucas pessoas ainda têm telefone fixo. Portanto, se for um caso, invista em um aparelho antigo ou pegue emprestado, só para receber chamadas em casos extremos – chamadas dos pais, escola do seu filho e mais.

#4. Já pensou em economizar o tempo gasto com deslocamento e trânsito?

Se você trabalha até 17h ou 18h, e depois perde uma hora ou mais voltando para casa, devido ao rush, estude próximo ao seu trabalho.

Tente arrumar uma sala vazia ou uma biblioteca e estude até o trânsito diminuir consideravelmente. Assim, você estudará com cabeça menos cansada e poderá estudar por mais tempo.

Outra ideia que vale a pena é, se você tiver liberdade para isso, é chegar ao trabalho uma ou duas horas antes e estudar no espaço até o começo do seu expediente.

Além disso, utilize o tempo gasto no trajeto casa/trabalho para acompanhar vídeos (se utilizar ônibus e metrô) e áudios (se utilizar o seu carro) no seu smartphone.

Tenha sempre em mãos um resumo ou uma lista de fórmulas matemáticas, por exemplo, para ler enquanto está esperando na fila do banco ou na sala de espera do médico.

#5. Cuidado com os eventos sociais

É claro que não dá para faltar ao aniversário dos pais, dos irmãos – mas verifique se os outros convites que você recebe são mesmo irrecusáveis.

Contudo, tenha a liberdade de participar de mais confraternizações caso tenha estudado muito e, assim, possa ter um momento de lazer e distração.

Lembre-se de que, infelizmente, você perderá contato com muitos colegas se for aprovado e mudar de cidade.

Avalie, assim, se é necessário participar de eventos com pessoas que você tem pouca intimidade e que possam te tomar valiosas horas de estudo.

Em suma, seu cérebro irá, a todo momento, te dar desculpas para não estudar. Por isso, você precisa ter maturidade o suficiente para fugir da autossabotagem e aproveitar melhor as oportunidades de estudar!

A resposta para como ter tempo para estudar é: se vire nos 30 dias do mês. É preciso abdicar de distrações, acordar mais cedo, forçar mais meia hora diária, entre outras adaptações.

Lembre que a sua prioridade, agora, é ser aprovado. A recompensa valerá cada renúncia.

Invista seu tempo em uma boa mentoria!

Muitas vezes um empurrão extra ajuda a ter mais foco e ter tempo para estudar, pois você terá um compromisso para cumprir.

Se o seu objetivo é aumentar suas chances de passar, saiba que saiba que você não precisa, e nem deveria, tentar fazer tudo sozinho, facilite a sua vida usando uma tecnologia como a do aplicativo Estudaqui.

Em poucos segundos o app monta seu ciclo de estudo perfeito personalizado, sem você precisar ter qualquer trabalho. E isso não é tudo! O Estudaqui ainda permite, automaticamente:

  • controlar o tempo de estudo de maneira simples e fácil;
  • acompanhar as porcentagens de acerto em qualquer celular ou tablet;
  • ver relatórios de conclusão de estudo e avanços do conteúdo;
  • rever o histórico de tudo o que foi estudado;
  • tomar ações para melhoria de desempenho com ajuda da melhor tecnologia de estudo do mercado.
  • Acesse o site e conheça mais sobre o Estudaqui: estudo de alto desempenho, simples e acessível a todos!

Fique à vontade para compartilhar o artigo nas redes sociais.

Um abraço, Tiago Ribeiro Neves.

Ver todos os artigos de Tiago Ribeiro Neves