Jeito fácil de montar ciclos de estudo e ganhar horas preciosas

Jeito fácil de montar ciclos de estudo e ganhar horas preciosas

Existe um jeito fácil de montar seus ciclos de estudo? Teria como usar tecnologia para turbinar seus estudos de maneira a ganhar preciosas horas extras no seu sofrido mês de estudante?

A pergunta acima “ecoa” em minhas caixas de e-mail há mais de uma década, e é graças ao vídeo que fiz esta semana que resolvi escrever este artigo. Leia-o até o fim e sorria, pois finalmente você tem uma ótima novidade tecnológica para comemorar.

Faço apenas uma breve pausa no artigo para deixar claro que eu, Alexandre Meirelles, não tenho qualquer relação com a Estudaqui e que não ganho nada ao escrever esses artigos e nem ao indicar o aplicativo Estudaqui. Indico o aplicativo e apoio o site porque gosto e porque eles são realmente os melhores do mercado no que fazem, são de longe a melhor opção!

Como tudo começou

Resumindo a história: essa semana fiz um vídeo do meu quadro “Alex Responde” que acabou se tornando algo viral em questão de e-mails recebidos com dúvidas, mesmo eu tendo falado no vídeo que eu não participo do projeto e pedido para por favor não me enviarem dúvidas rs. E é justamente por isso que resolvi ajudar mais pessoas, e também a mim mesmo, com este artigo.

No “Alex Responde” eu respondo (obviamente) semanalmente a dúvidas interessantes de estudantes de qualquer prova difícil (como um vestibular, Enem, OAB, carreiras militares, residência médica etc). Apesar de eu receber a pergunta acima há uma década, nunca tive uma resposta rápida para ela.

Pelo contrário, sempre expliquei que se a pessoa queria fazer um ciclo de estudo bom de verdade ela tinha que se tornar quase que uma especialista no assunto e indicava dezenas de artigos para isso, inclusive os meus. Afinal, fazer um ciclo de estudo bem feito exigia um pouco de conhecimento e TEMPO.

O que mudou agora para finalmente termos este “milagre”?

Há cerca de 2 ou 3 meses tudo mudou, a tecnologia finalmente nos trouxe uma novidade no mundo do estudo que, acredite, vale a pena você testar: O aplicativo Estudaqui.

O aplicativo tem um pouco mais de tempo que isso, mas ele vem melhorando a cada atualização, e agora finalmente chegou a um ponto em que o considero quase irrecusável para seu estudo.

Veja bem, ele não é perfeito, e como todo aplicativo de tecnologia ainda possui alguns bugs, mas meus alunos da mentoria dizem que o grande diferencial da Estudaqui é o suporte e o fato de ouvirem os estudantes. Segundo os alunos, se você reportar alguma necessidade de melhoria no aplicativo e a equipe considerá-la relevante, em poucas semanas ela estará lá, e é por isso que ele tem melhorado tanto a cada atualização.

Você sabia?

Os fundadores da Estudaqui foram aprovados nos melhores vestibulares (USP/FUVEST, UFSCAR, UNIFESP etc) e também nos melhores concursos do Brasil (Auditor Fiscal de SP, do MT, do ES etc). E o projeto da Estudaqui foi validado por eles em alguns dos melhores cursos de empreendedorismo do mundo (Stanford, UC Berkely e Draper University), no Vale do Silício, na Califórnia.

Conheça nossa história e o aplicativo de estudo da Estudaqui, e também continue lendo :).

Certo, e como funciona o Estudaqui?

Não vou me alongar muito aqui explicando detalhes porque, afinal, sou o pai do ciclo de estudo, mas não do aplicativo rs. Se você quiser conhecer detalhes o melhor lugar pra isso é na página da estudaqui.

Eu já disse, e repito: Não tenho nada a ver com o projeto da Estudaqui, indico porque quero ajudar, caros sofredores. Conheço sim os responsáveis pelo aplicativo, e sei que são de total confiança.

E lhe imploro uma última vez, caso tenha alguma dúvida sobre o app, não me mande, envie-a direto para eles utilizando o contato que está lá no site, ok?

Pra finalizar, assista ao meu vídeo de apenas 2 minutos, no qual, respondendo a essa famosa pergunta, acabei falando do Estudaqui.

Vou anexá-lo logo abaixo e sugiro que você realmente assista a ele e teste o aplicativo, pois o seu concorrente certamente o fará.

 

 

 

 

 

Abraço e bons estudos, agora com mais ajuda da tecnologia, Alexandre Meirelles.

Ver todos os artigos de Alexandre Meirelles.